Os sentidos do discurso da Educação Ambiental no Ensino Técnico nos resumos de dissertações e teses brasileiras

Autores

  • Leda Belitardo de Oliveira Pereira Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (UNESP)

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v22i1.6541

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Ensino Técnico. Discurso.

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo analisar 20 resumos de pesquisas em Educação Ambiental no Ensino Técnico em dissertações e teses do banco de dados do Projeto Estado da Arte da Pesquisa em Educação Ambiental no Brasil - Earte, produzidas no período de 2002 a 2012, sob o referencial teórico-metodológico de Mikhail Bakhtin (2014). Esta pesquisa, de natureza qualitativa/interpretativa realizou uma leitura flutuante, posteriormente uma revisão documental, seguida de análise categorial, uma das técnicas da Análise de Conteúdo de Bardin, (2009). A linguagem da maioria dos resumos assume como signo ideológico o discurso do desenvolvimento sustentável, sem a produção de sentidos profundos para a construção de uma dimensão política da Educação Ambiental, reproduzindo e reforçando o discurso hegemônico do processo econômico-tecnicista do capitalismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leda Belitardo de Oliveira Pereira, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita (UNESP)

Doutoranda em Educação, linha: Educação Ambiental, Mestre em Engª Agrícola pela Unicamp, área: Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável, Especialista em Gestão Ambiental Engª Agrônoma e Pedagoga, Professora de Gestão Ambiental na Faculdade de Casa Branca/SP, Professora e Diretora de Escola Técnica no Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza/SP

Downloads

Publicado

2018-01-02

Como Citar

Pereira, L. B. de O. (2018). Os sentidos do discurso da Educação Ambiental no Ensino Técnico nos resumos de dissertações e teses brasileiras. Ambiente &Amp; Educação, 22(1), 244–257. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v22i1.6541

Edição

Seção

Artigos