Premissas teóricas para uma educação ambiental transformadora

Autores

  • Carlos Frederico B. Loureiro

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Dialética histórica. Práxis. Conflito ambiental. Gestão ambiental participativa.

Resumo

No presente artigo abordam-se as premissas teóricas que definem a Educação Ambiental numa perspectiva transformadora, à luz de um referencial marxista, distinguindo-a das tendências politicamente conservadoras que dissociam o social do ambiental, sob bases conceituais idealizadas e dualistas entre sociedade e natureza. Exemplifica-se como a Educação Ambiental se constituiu no Brasil e os limites que se constituíram ao longo do percurso feito, trazendo, ao final, conceitos centrais para uma prática educativa ambientalista e crítica voltada para a participação cidadã.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Frederico B. Loureiro

Atualmente é professor da faculdade de educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, professor dos programas de pós-graduação em educação (PPGE) e em psicossociologia de comunidades e ecologia social (Eicos), ambos da UFRJ.

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Como Citar

Loureiro, C. F. B. (2009). Premissas teóricas para uma educação ambiental transformadora. Ambiente &Amp; Educação, 8(1), 37–54. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/897

Edição

Seção

Artigos