Educação Ambiental crítica em espaço não formal: mapeamento ambiental da região de São Domingos no município de Sumaré/SP

Autores

  • Áurea Cristina Bastos da Costa Pereira Unimep
  • Maria Guiomar Carneiro Tomazello Universidade Metodista de Piracicaba, UNIMEP, Piracicaba, São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v22i1.6237

Palavras-chave:

mapeamento ambiental, educação ambiental crítica, educação ambiental não formal, pesquisa-ação participativa

Resumo

Este trabalho é resultante de uma pesquisa-ação participativa realizada em uma região de Sumaré/SP que congrega vários bairros de baixa renda, com os moradores vivendo em situação de risco. Por meio da construção de um mapeamento ambiental, discutiram-se questões do e no cotidiano com os adolescentes, moradores dessas localidades, atendidos por uma ONG local. O objetivo foi problematizar a realidade de forma a instrumentalizá-los para o enfrentamento dos problemas socioambientais, identificados no desenrolar da pesquisa, para que estes deixem de ser naturalizados por eles e passem a ser compreendidos como o produto de determinadas formas de organização social e considerados em seu contexto sócio-histórico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Áurea Cristina Bastos da Costa Pereira, Unimep

Licenciada em Biologia Mestre em Educação pela UNIMEP

Maria Guiomar Carneiro Tomazello, Universidade Metodista de Piracicaba, UNIMEP, Piracicaba, São Paulo.

Doutorado em Tecnologia Nuclear pela Universidade de São Paulo (1994). Professora do PPGE da Universidade Metodista de Piracicaba.

Downloads

Publicado

2018-01-02

Como Citar

Pereira, Áurea C. B. da C., & Tomazello, M. G. C. (2018). Educação Ambiental crítica em espaço não formal: mapeamento ambiental da região de São Domingos no município de Sumaré/SP. Ambiente &Amp; Educação, 22(1), 198–216. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v22i1.6237

Edição

Seção

Dossiê Temático Educação Ambiental Não Formal