Psicologia ambiental como instrumento de ambientalização curricular: um estudo de caso

Autores

  • Denis Barros Carvalho UFPI
  • Felipe Sávio Cardoso Teles Monteiro Universidade Federal do Piauí

Palavras-chave:

Psicologia Ambiental, ambientalização curricular, Ensino de Psicologia, Educação Ambiental.

Resumo

Este trabalho analisou a percepção de professores da disciplina Psicologia Ambiental (DPA) na Universidade Federal do Piauí (UFPI) acerca dos desafios e das possibilidades da consolidação da disciplina naquela instituição. Uma entrevista com todos os seis professores que lecionaram DPA foi feita através do correio eletrônico. As seguintes questões foram abordadas: Dados pessoais; Relação prévia com a disciplina; Prática/conteúdo de ensino; Obrigatoriedade da disciplina e de um professor especializado; Desafios para a consolidação da disciplina. Os principais resultados foram: grande diversidade de conteúdos e de metodologia de ensino; valorização da obrigatoriedade da disciplina no currículo; não necessidade de um professor especialista e a reforma do projeto pedagógico do curso como principal desafio para a consolidação da disciplina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denis Barros Carvalho, UFPI

Doutor em Psicologia Social, professor do Departamento de Fundamentos da Educação e do Mestrado em Desenvolvimento da UFPI

Felipe Sávio Cardoso Teles Monteiro, Universidade Federal do Piauí

Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela Universidade Federal do Piauí

Downloads

Publicado

2015-09-01

Como Citar

Carvalho, D. B., & Monteiro, F. S. C. T. (2015). Psicologia ambiental como instrumento de ambientalização curricular: um estudo de caso. Ambiente &Amp; Educação, 19(1), 173–190. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/4411

Edição

Seção

Artigos