PERCEPÇÕES DOS MOTORISTAS RODOVIÁRIOS SOBRE OS IMPACTOS DO TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES NA CONSERVAÇÃO DA FAUNA

Autores

  • Gilvan Mota de Souza
  • Sueli Almuiña Holmer Silva

Palavras-chave:

Percepções, Tráfico de animais silvestres, Conservação da fauna, Motoristas rodoviários, Educação ambiental

Resumo

O presente estudo analisa as percepções dos motoristas rodoviários em Feira de Santana (BA), sobre os impactos do tráfico de animais silvestres na conservação da fauna, com vistas a subsidiar a elaboração de um programa de educação ambiental. As entrevistas foram realizadas com aplicação de formulários junto aos motoristas através do método de amostragem não probabilístico por julgamento. Os dados foram analisados quali-quantitativamente, através da técnica de análise de conteúdo, concluindo-se que a percepção dos motoristas, embora tenha revelado atitudes positivas sobre a conservação da fauna, demonstra que é necessária a promoção de um programa de educação ambiental que contemple a discussão da concepção de meio ambiente segundo uma perspectiva histórica e que represente uma valorização profissional em termos laborais, econômicos e de oportunidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gilvan Mota de Souza

Mestre em Ecologia e Biomonitoramento pela Universidade Federal da Bahia (2008).

Sueli Almuiña Holmer Silva

Doutora em Educação pela UFBA ( 1999 ), atua como Professora no Programa de Pós-graduação em Ecologia e Biomonitoramento da Universidade Federal da Bahia

Downloads

Publicado

2012-10-13

Como Citar

de Souza, G. M., & Holmer Silva, S. A. (2012). PERCEPÇÕES DOS MOTORISTAS RODOVIÁRIOS SOBRE OS IMPACTOS DO TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES NA CONSERVAÇÃO DA FAUNA. Ambiente &Amp; Educação, 17(1), 47–71. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/1827

Edição

Seção

Artigos