A necessidade de ações inovadoras de Educação Ambiental junto aos trabalhadores da mineração

Autores

  • Marta Pereira Luz
  • Agustina Rosa Echeverría
  • Selma Simões de Castro
  • Poliana Lucila Oliveira

Palavras-chave:

Mineração, Segurança do trabalhador, Educação ambiental, Resíduo

Resumo

O presente artigo aborda a relação do trabalhador do setor de mineração da Região Metropolitana de Goiânia (RMG) Goiás – BRASIL com seu ambiente produtivo. Para tanto, fez-se a caracterização físico-química do principal resíduo desse setor, o filer. Posteriormente, foi entregue um formulário para os trabalhadores da área de produção, no qual avaliaram o seu perfil sócio-econômico-cultural e de saúde e a sua relação com a problemática ambiental. Com os dados obtidos no diagnóstico, foram estabelecidas críticas e ponderações acerca dos resultados dos processos de educação ambiental presentes ou ausentes nas empresas mineradoras da RMG e as suas consequências para a vida dos trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Pereira Luz

Engenheira Civil - UFG. Mestre em Engenharia de Transportes - USP. Doutora em Ciências Ambientais - UFG.

Agustina Rosa Echeverría

Professora Efetiva, Doutora, Universidade Federal de Goiás, Programa de Doutorado em Ciências Ambientais

Selma Simões de Castro

Professora Titular, Doutora, Universidade Federal de Goiás, Programa de Doutorado em Ciências Ambientais

Poliana Lucila Oliveira

acadêmica do curso de Licenciatura em Química, Universidade Federal de Goiás, Instituto de Química

Downloads

Publicado

2011-07-31

Como Citar

Luz, M. P., Echeverría, A. R., de Castro, S. S., & Oliveira, P. L. (2011). A necessidade de ações inovadoras de Educação Ambiental junto aos trabalhadores da mineração. Ambiente &Amp; Educação, 15(2), 133–154. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/1027

Edição

Seção

Artigos