A percepção ambiental de professores do ensino fundamental sobre o tráfico e a proteção à fauna em três municípios do Rio Grande do Sul, Brasil

Autores

  • Emerson Strack Skrabe Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA/RS) / Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS/RS)
  • Paulo Guilherme Carniel Wagner Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA/RS) / Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS/RS)
  • Walter Nisa Castro Neto PRÓ-SQUALUS-PROJETO CARCHARIAS (Organização para a Pesquisa e a Conservação de Esqualos no Brasil) https://orcid.org/0000-0001-8389-5599

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.8660

Palavras-chave:

Percepção ambiental. Tráfico de animais. Biodiversidade. Fauna Silvestre. Educação ambiental

Resumo

O Projeto Liberdade e Saúde, pioneiro no Brasil, que utiliza a educação ambiental como ferramenta de combate ao tráfico de animais silvestres é desenvolvido pelo IBAMA (PI) e IBAMA (RS). Este trabalha na formação de professores e alunos do ensino fundamental sobre a problemática do tráfico, suas modalidades, consequências, a legislação brasileira e o risco das zoonoses associadas. Verificou-se o que os professores compreendem sobre o tema, através de um questionário semi-estruturado de percepção ambiental aplicado aos professores de Guaíba, Porto Alegre e São Sebastião do Caí (RS). Analisou-se por estatística descritiva não paramétrica, a fim de estimar a frequência, as relações entre as respostas dos professores das distintas cidades. Participaram 149 professores e, destes, 146 reconheceram que o tráfico de animais silvestres é danoso ao ambiente. As características locais apareceram em algumas questões, representando assim os contextos de onde estão inseridas de maior e menor proximidade com o ambiente natural e com menos ou mais sinais de antropização. The environmental perception about the wildlife traffic and wildlife protection in three cities in the Rio Grande do Sul, Brazil The Liberty and Health project, developed by IBAMA (PI) and IBAMA (RS), is one of pioneer projects that use environmental education to elementary teachers and students, to prevent the wildlife trafficking in Brazil. It trains teachers and students for elementary schools about this issue, its forms, consequences, Brazilian laws and the risk about the zoonoses in this practice. For verify the comprehension of this public about this theme, applied a semi-strcutured questionnaire of environmental perception in the Guaíba, Porto Alegre and São Sebastião do Caí cities. The data was analyzed with non-parametric descriptive statistical analysis to estimate the frequencies about answers and cities, considered significant ( < 0,05). The most important answer with 149 teachers was the recognition about the damages of the wildlife trafficking. The local difference was seen in some questions, demonstrate the contexts of the proximity with the urbanization. This work demonstrate the necessity of constant formation of the teachers and public agents about the wildlife trafficking. Keywords: Environmental perception. Animal trafficking. Biodiversity. Wildlife. Environmental education. Elementary school.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Emerson Strack Skrabe, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA/RS) / Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS/RS)

Pesquisas relacionadas à Educação Ambiental,

Paulo Guilherme Carniel Wagner, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA/RS) / Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS/RS)

Pesquisas relacionadas à Fauna Silvestre.

Walter Nisa Castro Neto, PRÓ-SQUALUS-PROJETO CARCHARIAS (Organização para a Pesquisa e a Conservação de Esqualos no Brasil)

Pesquisas relacionadas à Chondrichthyes, Educação Ambiental para filhos dos Pescadores da Comunidade de Passo de Torres (SC).

Downloads

Publicado

2020-08-31

Como Citar

Skrabe, E. S., Wagner, P. G. C., & Nisa Castro Neto, W. (2020). A percepção ambiental de professores do ensino fundamental sobre o tráfico e a proteção à fauna em três municípios do Rio Grande do Sul, Brasil. Ambiente &Amp; Educação, 25(2), 694–724. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v25i2.8660

Edição

Seção

Artigos