Educação Ambiental em área de manguezal para o desenvolvimento sustentável e comunitário

Autores

  • Nágila Fernanda Furtado Teixeira Mestranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente-PRODEMA pela Universidade Federal do Ceará-UFC
  • Pedro Edson Face Moura Mestrando em Geografia pela Universidade Federal do Ceará-UFC
  • Antônio Jeovah de Andrade Meireles Professor Doutor do curso de Geografia da Universidade Federal do Ceará

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Mangrove. Sustentabilidade. Desenvolvimento comunitário

Resumo

O presente artigo descreve práticas de Educação Ambiental desenvolvidas pelo projeto de extensão Mangrove: Educação Ambiental em áreas de manguezal da Universidade Federal do Ceará- UFC, com os jovens moradores de Mundaú-Trairi, Ceará. Com o objetivo de sensibilizá-los sobre a importância da valorização e conservação do ecossistema manguezal, diretamente vinculadas à sustentabilidade e voltadas ao desenvolvimento comunitário. O Mangrove se constituiu em importante ferramenta de difusão de práticas de Educação Ambiental em áreas de manguezal, representando, mais uma atividade coletiva para a sensibilização de indivíduos engajados na conservação e preservação dos ecossistemas costeiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-30

Como Citar

Teixeira, N. F. F., Moura, P. E. F., & Meireles, A. J. de A. (2016). Educação Ambiental em área de manguezal para o desenvolvimento sustentável e comunitário. Ambiente &Amp; Educação, 21(2), 176–187. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/6401