Caminhos da práxis participativa à construção da cidadania socioambiental

Autores

  • Aline Lima Oliveira Nepomuceno Universidade Federal de Sergipe
  • Mauro Guimarães Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Cidadania, Educação Ambiental Crítica, Participação.

Resumo

As contradições do atual modelo de sociedade, sobretudo no formato da crise socioambiental, têm se intensificado. Neste ínterim, a Educação Ambiental Crítica emerge como mecanismo importante para a superação de tal crise. Diante disto, torna-se relevante discutir a participação e a formação para a cidadania em sintonia com a Educação Ambiental Crítica, entendendo estas como ferramentas de transformação da sociedade antidemocrática e subserviente ao capital financeiro. Desta feita, destaca-se a importância de uma abordagem ambientalista e pedagógica emancipatória, voltada para o exercício da cidadania, na problematização e na transformação das condições de vida e na ressignificação da inserção do ser humano no ambiente, histórica e dialeticamente constituído, superando a dicotomia dominante.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Lima Oliveira Nepomuceno, Universidade Federal de Sergipe

Departamento de Biologia e Núcleo de Pós-graduação em Educação (NPGED)-UFS

Mauro Guimarães, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Pesquisador do Ensino Superior, Instituto Multidisciplinar, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro – UFRRJ; Professor-pesquisador do Mestrado em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares (PPGEduc/DES/IM/UFRRJ); Coordenador do GEPEADS

Downloads

Publicado

2016-11-04

Como Citar

Oliveira Nepomuceno, A. L., & Guimarães, M. (2016). Caminhos da práxis participativa à construção da cidadania socioambiental. Ambiente &Amp; Educação, 21(1), 59–74. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/5761

Edição

Seção

Dossiê Temático Fundamentos da Educação Ambiental