Como trabalhar Etnomatemática e Educação Ambiental?

Autores

  • Maria Inêz Oliveira Araujo Universidade Federal de Sergipe-IFS
  • Anne Alilma Silva Souza Ferrete Universidade Federal de Sergipe
  • Rodrigo Bozi Ferrete Instituto Federal de Sergipe (IFS).

Palavras-chave:

Educação, Etnomatemática, Educação Ambiental Crítica, Ensino de Matemática.

Resumo

O presente estudo tem como objetivo discutir a viabilidade do ensino de Matemática do curso Técnico Integrado em Edificações do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Sergipe (IFS), a partir da Etnomatemática, na perspectiva da Educação Ambiental Crítica, subsidiada pela proposta pedagógica de Paulo Freire. Para isso, lançamos mão dessa pesquisa de cunho qualitativo, na qual buscamos entender a realidade do curso de Edificações do IFS, de seus alunos, professores, e a partir disso, discutir sobre as possibilidades metodológicas em trabalhar a Etnomatemática na perspectiva da Educação Ambiental Crítica, opção que se fundamenta a partir da proposta pedagógica de Paulo Freire. Os resultados nos leva a entender que devemos trabalhar a Etnomatemática na perspectiva da Educação Ambiental, pois, assim podemos trabalhar uma prática pedagógica problemática a partir do diálogo com os educandos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Inêz Oliveira Araujo, Universidade Federal de Sergipe-IFS

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFS (PPGED-UFS); Departamento de Educação da UFS.

Anne Alilma Silva Souza Ferrete, Universidade Federal de Sergipe

Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFS (PPGED-UFS); Departamento de Educação da UFS.

Rodrigo Bozi Ferrete, Instituto Federal de Sergipe (IFS).

Professor lotado na Coordenação de Licenciatura em Matemática; Educação Matemática.

Downloads

Publicado

2016-09-14

Como Citar

Araujo, M. I. O., Ferrete, A. A. S. S., & Ferrete, R. B. (2016). Como trabalhar Etnomatemática e Educação Ambiental?. Ambiente &Amp; Educação, 20(2), 24–44. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/5760

Edição

Seção

Artigos