Erodibilidade do solo e a relação com as formas de uso e ocupação na Bacia hidrográfica do Rio São Nicolau–Piauí

Autores

  • Cristiane Maria Cordeiro Santiago UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC
  • Marta Celina Linhares Sales ufc
  • Edson Vicente da Silva ufc
  • Jorge Eduardo de Abreu Paula uespi

Palavras-chave:

Degradação, Atividades desenvolvidas, Educação Ambiental

Resumo

A Bacia Hidrográfica (BH) do rio São Nicolau está localizada no Norte do Piauí. Inserida na bacia do rio Poti, engloba 5 municípios perfazendo uma área de 5.389,8 km2. Vem sendo intensamente ocupada com os mais diversos usos gerando, por vezes, efeitos degradacionais. Tem-se como objetivo geral analisar as alterações ambientais decorrentes das formas de uso e ocupação associada aos níveis de erodibilidade do solo da BH do rio São Nicolau. Para tanto, procedeu-se com o levantamento bibliográfico e cartográfico, técnicas de geoprocessamento e análise da Erodibilidade dos Solos (K) e das formas de uso e cobertura. Observou-se que a área estudada encontra-se com níveis satisfatórios de conservação. O levantamento permitiu visualizar as regiões mais suscetíveis aos processos erosivos. Com isso, se faz necessário a realização do adequado planejamento, especialmente, no que diz respeito a ações que visem a educação ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Maria Cordeiro Santiago, UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ - UFC

Mestre em Geografia - departamento de Geografia- UFC e Doutoranda em desenvolvimento e meio ambiente - PRODEMA - UFC

Marta Celina Linhares Sales, ufc

Prof. do Departamento de Geografia na UFC

Edson Vicente da Silva, ufc

Prof. do Departamento de Geografia na UFC

Jorge Eduardo de Abreu Paula, uespi

Prof. do Departamento de Geografia da Universidade Estadual do Piauí-UESPI.

Downloads

Publicado

2016-12-30

Como Citar

Santiago, C. M. C., Sales, M. C. L., da Silva, E. V., & Paula, J. E. de A. (2016). Erodibilidade do solo e a relação com as formas de uso e ocupação na Bacia hidrográfica do Rio São Nicolau–Piauí. Ambiente &Amp; Educação, 21(2), 154–175. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/6412