Percepção Ambiental dos frequentadores de praias paraibanas sobre as tartarugas marinhas: a influência do Projeto Tartarugas Urbanas

Autores

  • Savanna Aires Universidade Estadual da Paraíba
  • Andressa Barbara Scabin Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • André Luiz Machado Pessanha Universidade Estadual da Paraíba

Palavras-chave:

educação ambiental, entrevistas semiestruturadas, projetos conservacionistas

Resumo

O presente estudo analisou a influência do Projeto Tartarugas Urbanas (PTU) na percepção ambiental dos frequentadores das praias de João Pessoa e Cabedelo sobre a biologia e conservação das tartarugas marinhas. Para tanto, foram realizadas 120 entrevistas semiestruturadas em áreas de influência direta e indireta do PTU. Os resultados indicam que o projeto exerce influência positiva na percepção ambiental, uma vez que o conhecimento sobre tartarugas marinhas foi maior entre os frequentadores da área de influência direta e entre os que participaram de atividades educativas promovidas pelo PTU. O estudo também evidenciou uma grande abrangência do projeto no litoral paraibano e permitiu identificar tópicos de maior dificuldade de assimilação pelos entrevistados que devem, portanto, ser melhor abordados em suas atividades educativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Savanna Aires, Universidade Estadual da Paraíba

Graduada em Ciências Biológicas

Andressa Barbara Scabin, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Aluna de Pós graduação nível Doutorado em Ecologia

André Luiz Machado Pessanha, Universidade Estadual da Paraíba

Doutor em Biologia Animal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2006) e professor adjunto da Universidade Estadual da Paraíba

Downloads

Publicado

2016-09-14

Como Citar

Aires, S., Scabin, A. B., & Pessanha, A. L. M. (2016). Percepção Ambiental dos frequentadores de praias paraibanas sobre as tartarugas marinhas: a influência do Projeto Tartarugas Urbanas. Ambiente &Amp; Educação, 20(2), 102–122. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/5788

Edição

Seção

Artigos