O trabalho colaborativo na educação a distância: aproximação com a proposta da educação ambiental ecomunitarista

Autores

  • Raquel Alves Pereira Avila Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Rio Grande do Sul.

Palavras-chave:

Educação Ambiental Ecomunitarista, Educação a Distância, Trabalho colaborativo

Resumo

As novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s) aplicadas à educação tem causado transformações na prática pedagógica, principalmente na modalidade da Educação a Distância (EaD). As interatividades entre os participantes e o trabalho colaborativo da EaD desenvolvem o aprendizado coletivo e colaborativo, já que professores e tutores trabalham em conjunto. Para que esse trabalho seja produtivo e tenha resultados satisfatórios é essencial o diálogo, cada um cumprir a função que lhe compete e o sentido de solidariedade e colaboração no trabalho em equipe. Neste artigo, a EaD é considerada na concepção da Educação Ambiental Ecomunitarista, que propõe uma nova ordem social, condizente com o mundo em que vivemos e com atitudes na prática educativa que conferem conhecimentos e ações para o enfrentamento dos graves problemas socioambientais da atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raquel Alves Pereira Avila, Universidade Federal do Rio Grande, FURG, Rio Grande, Rio Grande do Sul.

Mestranda em Educação Ambiental (Bolsista CAPES) – Universidade Federal do Rio Grande/FURG, Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental. Tutora a distância do curso de Licenciatura em Educação do Campo UFPel. Bacharel Licenciada em Ciências Biológicas – Universidade Federal de Pelotas/UFPel.

Downloads

Publicado

2015-09-01

Como Citar

Avila, R. A. P. (2015). O trabalho colaborativo na educação a distância: aproximação com a proposta da educação ambiental ecomunitarista. Ambiente &Amp; Educação, 19(1), 97–114. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/4065

Edição

Seção

Artigos