Pós-disciplinaridade e pesquisa ambiental na universidade brasileira: a Amazônia

Autores

  • Martha Abrahão Saad Lucchesi
  • Eliana Branco Malanga

Palavras-chave:

Universidade, Interdisciplinaridade, Transdisciplinaridade

Resumo

A universidade brasileira, consciente da responsabilidade de preservação ambiental da Amazônia, vem fazendo esforços de incremento da pesquisa interdisciplinar. Estudar esse processo é o objetivo do presente trabalho, constituindo-se em objeto de estudo as circunstâncias propícias ao desenvolvimento da pesquisa interdisciplinar e transdisciplinar (que as autoras denominam de pós-disciplinaridade) neste começo de século, em razão das necessidades de preservação do meio ambiente. O método de abordagem a ser utilizado é o dedutivo, que estabelece o estudo de um fenômeno particular à luz de teorias já estabelecidas. Para a coleta de dados, foram utilizadas a pesquisa bibliográfica, incluindo as notícias na mídia e nas publicações de órgãos oficiais e a pesquisa documental. Conclui-se que a complexidade dos problemas contemporâneos não permite uma visão fragmentada da realidade. A transdisciplinaridade configura-se, portanto, como o caminho mais adequado para seu estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martha Abrahão Saad Lucchesi

Pós-Doutora pela Universidade de São Paulo,Doutora e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É graduada em Letras (PUCCAMP), Pedagogia, e é também advogada. Atualmente, é pesquisadora associada no Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas da Universidade de São Paulo.Tem três livros e vários artigos publicados no Brasil e no exterior.Atua em Políticas Educacionais e também, Inter/Transdisciplinaridade.

Eliana Branco Malanga

Professora UNIFESP,Eliana Branco Malanga obteve dois doutorados, sempre usando a Semiologia como enquadramento teórico. Ela concluiu seu primeiro doutorado em 1984, na Escola de Sociologia e Política de São Paulo, apresentando uma tese sobre o Ballet Clássico. A segunda foi na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, e propõe que se estude a Bíblia como obra de arte e que se crie um campo de estudos interdisciplinares: a Semiologia Bíblica. Este trabalho foi publicado pela Editora Humanitas da Universidade de São Paulo e pela FAPESP (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo). Ela é licenciada em Língua e Literatura Francesa pela Universidade de Nancy II. Apresentou sua pesquisa de pós-doutorado na Universidade Federal de Minas Gerais e atualmente é coordenadora geral dos cursos de pós-graduação da Faculdade Paulista de Artes.

Downloads

Publicado

2012-05-09

Como Citar

Lucchesi, M. A. S., & Malanga, E. B. (2012). Pós-disciplinaridade e pesquisa ambiental na universidade brasileira: a Amazônia. Ambiente &Amp; Educação, 16(2), 11–26. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/1906

Edição

Seção

Artigos