Contradições e Conflitos Éticos da “Educação Ambiental” com Cativeiro Animal

Autores

  • Washington Luiz dos Santos Ferreira UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina..
  • Karina Ferreira Sanchez FURG - Universidade Federal do Rio Grande.
  • Carolina Cavalcanti Nascimento UDESC - Universidade do Estado de Santa Catarina.

DOI:

https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i3.5826

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Cativeiro Animal, Contradições, Alienação.

Resumo

Muitas das práticas propagadas como “Educação Ambiental” nos empreendimentos com cativeiro animal (Zoológicos, Aquários e similares) exibem contradições e condutas antieducativas e antiéticas, estimulando valores e comportamentos pueris e consumistas, antropocêntricos e alienantes, situando-se na contramão dos avanços históricos do campo de conhecimento e da práxis da Educação Ambiental contemporânea, crítica e transformadora. Entendemos como necessário refletir sobre a ideologia de dominação e a coisificação da vida, subjacentes à pretensão de rotular como Educação Ambiental as atividades de entretenimento e lazer desenvolvidas nestes empreendimentos, que se utilizam da vida animal encarcerada, como fonte de captação de recursos financeiros e como justificativa para a manutenção comercial dos mesmos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-22

Como Citar

Ferreira, W. L. dos S., Sanchez, K. F., & Nascimento, C. C. (2018). Contradições e Conflitos Éticos da “Educação Ambiental” com Cativeiro Animal. Ambiente &Amp; Educação, 23(3), 230–251. https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i3.5826

Edição

Seção

Artigos