Educação Ambiental e Patrimonial: significados da ação educativa construídos na experiência museológica

Autores

  • Sindiany Suelen Caduda dos Santos
  • Rosemeri Melo e Souza

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Educação Patrimonial, Museu de Arqueologia de Xingó, Ação Educativa

Resumo

A educação ambiental, por meio da educação patrimonial, estimula vivências que podem constituir a base para a conservação do meio ambiente, resgatando histórias de culturas que fizeram parte da dinâmica da natureza e que permearam o passado de gerações antigas, marcadas por aspectos históricos e culturais singulares. O trabalho objetiva discutir os significados trazidos pelo subprojeto “O Max na prática pedagógica” na comunidade escolar. A metodologia consistiu no desenvolvimento das etapas de sensibilização, vivência pedagógica e culminância, desenvolvidas por meio da investigação-ação. Tais ações devem integrar a realidade dos atores da comunidade escolar, a fim de estabelecer o diálogo contínuo, em um processo de sistematização do conhecimento, voltado para a construção de significados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sindiany Suelen Caduda dos Santos

Graduada em Ciencias Biológicas pela Universidade Federal de Sergipe; Mestranda em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA/UFS (Bolsista DAAD); pesquisadora do grupo de pesquisa em Geoecologia e Planejamento Territorial - GEOPLAN/UFS e Revisora Pedagógica do Curso de Pós Graduação à Distância Gestão de Organização Pública de Saúde , da Universidade Federal de Sergipe, CESAD/UFS.

Rosemeri Melo e Souza

Professora Associada do Departamento de Geografia da UFS. Pós-Doutora em Geografia Física (Biogeografia) pela The University of Queensland, Austrália. Doutora em Desenvolvimento Sustentável (UnB), com estágio de doutoramento em Geografia Física e Ordenamento Territorial na Universidde de Lisboa, Portugal. É Membro da ASCI, Pesquisadora FAPITEC(SE), Avaliadora Externa (FFLCH/USP) e Membro do Conselho Editorial da Editora da UFS (EDUFS/SE) e Editora Horizonte (SP). Orienta pesquisas de IC, TCC, Especialização, Mestrado, Doutorado e Pós-Doutorado, tanto na graduação quanto, como membro permanente, nos Programas de Pós-Graduação em Geografia (NPGEO) e em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA) da UFS, do qual foi coordenadora (2005-2008). Lidera o Grupo de Pesquisas em Geoecologia e Planejamento Territorial (GEOPLAN/CNPq). Atua em Geografia Física/Biogeografia, nos temas: Fitoindicação, Paisagem e Dinâmica Ambiental e Planejamento Territorial.

Downloads

Publicado

2011-12-13

Como Citar

dos Santos, S. S. C., & Souza, R. M. e. (2011). Educação Ambiental e Patrimonial: significados da ação educativa construídos na experiência museológica. Ambiente &Amp; Educação, 16(1), 79–98. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/1882

Edição

Seção

Artigos