Quem necessita de projetos sociais esportivos? direitos a menos e diferenciais de demandas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/momento.v29i1.9353

Palavras-chave:

Projetos sociais esportivos, necessidade, contingência

Resumo

Este ensaio toma como provocação para o pensamento a seguinte questão: Quem necessita de projetos sociais esportivos? Duvidando sobre a necessidade de tais projetos, posicionamos estes num campo contingente. Para isto, os problemas ou questões sociais que tais projetos visam amenizar são tomados como componentes de um estado de direitos a menos que o público alvo deles estaria submetido. Constitui-se, assim, através de uma estratificação do social uma população com direitos a menos. A partir de resultados produzidos em pesquisas sobre o tema projetos sociais esportivos diagnosticamos um diferencial de demandas entre os objetivos explicitados pelos proponentes de tais projetos e aquilo que visam os participantes do seu público alvo. Tais constatações demonstradas através de resultados destas pesquisas nos permitiram ensaisticamente suspeitar sobre a necessidade destes projetos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Felipe Alcantara Hecktheuer, UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE - FURG

Graduação em Educação Física – Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Pelotas (1986), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1999) e doutorado no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências – FURG (2012). Professor Associado II no Instituto de Educação da Universidade Federal do Rio Grande – FURG exercendo docência no Curso de Educação Física – Licenciatura e no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 5 ed., 2007.

BAUMAN, Zygmunt. A sociedade individualizada: vidas contadas e histórias vividas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar ED., 2008.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988.

CRUZ, Jéssica. Voleibol: diferenciais de demandas em um projeto social esportivo da cidade de Rio Grande/RS. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação Física – Licenciatura) - Universidade Federal do Rio Grande, 2014.

CRUZ, Pedro Bersch da. Esporte e produção de subjetividade: o futebol nos projetos sociais esportivos de Rio Grande-RS. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande, 2016.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GONÇALVES, Arisson Vinícius Landgraf. Entre molduras e devires: quem são os vulneráveis dos projetos sociais esportivos?. Tese (Doutorado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande, 2016.

HALL, Stuart. Quem precisa de identidade? In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

HECKTHEUER, Luiz Felipe Alcantara Hecktheuer. Projetos sociais esportivos: ensaios sobre uma proliferação na cidade do Rio Grande-RS. Tese (Doutorado em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde) – Universidade Federal do Rio Grande, 2012.

MONOD, Jacques. O acaso e a necessidade. Petrópolis, RJ: Editora Vozes, 3 ed., 1976.

NUNES, Evandro dos Santos. Território da Paz: uma ação social para governar os estranhos do bairro Getúlio Vargas, Rio Grande-RS. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande, 2016.

SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000.

Downloads

Publicado

2020-07-22

Como Citar

Hecktheuer, L. F. A. (2020). Quem necessita de projetos sociais esportivos? direitos a menos e diferenciais de demandas. Momento - Diálogos Em Educação, 29(1), 157–170. https://doi.org/10.14295/momento.v29i1.9353

Edição

Seção

Dossiê temático