“Estar juntos”: o cotidiano entre hospital, escolas e poética da diferença

Autores

  • Vannina Silveira Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Anelice Ribetto Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Palavras-chave:

Diferença, escola no hospital, educação especial e inclusão, experiência

Resumo

Este ensaio constitui-se por fragmentos da pesquisa Ensaios para uma pesquisa entre dois: crônicas políticas e poéticas entre escolas e hospital. Dita pesquisa cartografa a produção poética de políticas públicas e práticas de educação especial e inclusão que se dão entre escolas e hospital como espaço legítimo de escolarização das pessoas com condições físicas deficientes e severas, em Itaboraí, Rio de Janeiro. Assim acompanha alguns movimentos da pesquisa, que propõe narrar por meio de crônicas – escritas e imagéticas -, a experiência de escolarização no hospital entre uma professora e um aluno, durante três anos, e seus desdobramentos e pensar a escola no hospital como escola outra, possível na potência do encontro e do “estar juntos”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vannina Silveira, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Mestranda do Programa de Pós Graduação em Educação Processos Formativos e Desigualdades Sociais - PPG-EDU - da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - FFP/UERJ -, linha de pesquisa Políticas, Direitos e Desigualdades. A dissertação em andamento possui como título Uma pesquisa entre nós dois - Entre a(s) escola(s) e o hospital: ensaios para pensar uma educação outra , orientado pela Profª Drª Anelice Ribetto. Pós-graduada em Educação Especial Inclusiva pela Universidade Gama Filho (2010). Graduada em Pedagogia pela Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2007). Possui Aperfeiçoamentos em Tecnologia Assistiva, Projetos e Acessibilidade (2010) e em Prática da Educação Especial e Inclusiva na Deficiência Mental (2009) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Professora da Rede Municipal de Educação de Maricá, com atuação em Classe Regular Inclusiva e Sala de Leitura. Professora Especializada em Educação Especial da Rede Municipal de Educação e Cultura de Itaboraí, com atuação em Classe Regular Inclusiva, Sala de Recursos, Atendimento Domiciliar e Classe Hospitalar. Coordenadora de Educação Especial da Subsecretaria de Ensino da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Itaboraí.

Anelice Ribetto, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

A favor da manutenção e valorização do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação/ A favor do retorno à normalidade democrática) Anelice Ribetto é professora adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e pesquisadora procientista da mesma instituição. Lotada no Departamento de Educação da Faculdade do Formação de Professores (UERJ/FFP/DEDU) participa de projetos de ensino, pesquisa e extensão na Licenciatura em Pedagogia e atua como professora efetiva e coordenadora adjunta no Programa de Pós-Graduação Mestrado em Educação - Processos formativos e desigualdades sociais na Linha Políticas, Direitos e Desigualdades. Faz parte do Coletivo "Diferenças e Alteridade na Educação" coordenando o Projeto de Pesquisa Tensões entre políticas e experiências (da-na diferença) na rede municipal de ensino de São Gonçalo e faz parte do Grupo de Pesquisa Vozes da Educação (CNPq) Se interessa pelas políticas, poéticas e práticas na/da diferença, alteridade e experiência na educação, e na produção de políticas narrativas outras para contar a prática e a pesquisa em educação. Graduada em psicologia pela Universidade Nacional de Córdoba/Argentina (1991) e Doutora em Educação pela Universidade Federal Fluminense/Brasil (2009)

Downloads

Publicado

2016-10-24

Como Citar

Silveira, V., & Ribetto, A. (2016). “Estar juntos”: o cotidiano entre hospital, escolas e poética da diferença. Momento - Diálogos Em Educação, 25(1), 289–308. Recuperado de https://periodicos.furg.br/momento/article/view/6125

Edição

Seção

Artigos