“BRASIL, PÁTRIA EDUCADORA”: O QUE APRENDEMOS COM ISSO?

Isabela Dutra Corrêa da Silva, Roseli Belmonte Machado, Débora Duarte Freitas

Resumo


Imersa na perspectiva dos Estudos Foucaultianos em Educação, esta pesquisa problematiza os discursos proferidos pela presidenta Dilma Rousseff na ocasião da sua posse em janeiro do ano de 2011 e em janeiro do ano de 2015 quando institui como lema de seu Governo “Brasil, Pátria Educadora”. O lema do primeiro Governo Dilma, “País rico, é País sem pobreza” centrava-se numa estratégia de desenvolvimento social para eliminar a extrema pobreza até o ano de 2014. O discurso do ano de 2015 enfatiza a educação como uma estratégia de Governo que deve ser executada colaborativamente por todos os cidadãos. Ao nos debruçar sobre esses materiais, utilizando os conceito-ferramenta de governamento, governamentalidade e biopolítica, debatemos a centralidade que a educação toma no Brasil e quais os seus usos.

Palavras-chave


Pátria Educadora; Discurso; Educação; Estudos Foucaultianos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/rds.v19i1.7172

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


REDSIS -Revista Didática Sistêmica,ISSN 1809-3108, Rio Grande/RS, Brasil. revdidaticasistemica@furg.br