O projeto acreditar é investir: práticas de in/exclusão contemporâneas

Guilherme Botelho Chagas, Kamila Lockmann, Priscila Wally Virissimo Chagas

Resumo


Este artigo analisa as estratégias de governamento e as práticas de in/exclusão presentes no Projeto Assistencial Acreditar é Investir desenvolvidas sobre os estudantes do Ensino Fundamental, no contexto da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cidade do Rio Grande. Em termos metodológicos a pesquisa organizou-se em três momentos: 1. análise de documentos que norteiam as ações do Centro e do Projeto; 2. entrevistas realizadas com profissionais que ocuparam distintas posições dentro do mesmo e 3. rede de narrações com estudantes que participam do projeto na condição de bolsistas ou aprendizes. A discussão e problematização teve como questão central: que estratégias são utilizadas pelo Projeto Acreditar é Investir para conduzir as condutas destes sujeitos dentro e fora da escola? Tendo como suporte os estudos foucaultianos, foi possível visualizar dois movimentos analíticos: num primeiro eixo, discutimos o processo de seleção dos jovens estudantes para participarem do projeto. Neste processo visualizamos as implicações na inclusão de alguns alunos no projeto e na exclusão de tantos outros que não são selecionados. Esses processos de in/exclusão subjetivam os sujeitos e produzem determinados comportamentos sociais adequados ao projeto. Num segundo eixo de análise, percebemos que as práticas de in/exclusão ocorrem não só no processo de seleção, mas persistem durante a permanência dos jovens que são selecionados. Isso ocorre por meio da imposição de condicionalidades, assim como das práticas de punição.

Palavras-chave


Projeto Assistencial; governamento; in/exclusão

Texto completo:

PDF

Referências


CAIC, Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente. Projeto Político Pedagógico – PPP. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.

CAIC, Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente. Site Acontece no CAIC. Disponível em: . Acesso em: 01 fev. 2018.

CAIC, Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente. Regimento Interno. 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 jun. 2018.

CASTRO, Edgardo. Vocabulário de Foucault – Um percurso pelos seus temas, conceitos e autores. Tradução: Ingrid Müller Xavier; revisão técnica Alfredo Veiga-Neto e Walter Omar Kohan. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

DARDOT, Pierre; LAVAL Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

FOUCAULT, Michel. Nascimento da biopolítica: Curso dado no Collège de France (1978-1979). Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2008a.

FOUCAULT, Michel. A origem da hermenêutica de si – conferência proferida à Dartmouth College, 1980. Paris: Vrin, 2013.

FURG, Universidade Federal do Rio Grande – FURG. Projeto Ágora: do planejamento à realidade, dois anos de trabalho segundo proposta do PRONAICA. 1995. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2017.

GADELHA, Sylvio. Biopolítica, governamentalidade e educação: introdução e conexões, a partir de Michel Foucault. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2009.

LAZZARATO, Maurizio. O Governo do Homem Endividado. São Paulo, SP: n-1 edições, 2017.

LOCKMANN, Kamila. Inclusão Escolar: saberes que operam para governar a população. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. Porto Alegre, 2010.

LOCKMANN, Kamila. A proliferação das Políticas de Assistência Social na educação escolarizada: estratégias da governamentalidade neoliberal. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação. Porto Alegre, 2013.

LOCKMANN, Kamila. A BNCC e os processos de in/exclusão: novas reconfigurações? Palestra apresentada no Colóquio Internacional de Educação Especial e Inclusão Escolar, Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, junho/2019. (No prelo)

LOPES, Maura Corcini. Políticas de Inclusão e governamentalidade. Educação & Realidade. 34(2):153-169 mai/ago 2009.

LOPES, Maura Corcini; LOCKMANN, Kamila; HATTGE, Morgana Domênica; KLAUS, Viviane. Inclusão e Biopolítica. Cadernos IHU Ideias. Ano 8, nº 144, 2010.

PMRG, Prefeitura Municipal do Rio Grande; FURG, Universidade Federal do Rio Grande – FURG; CAIC, Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente. Convênio de Funcionamento estabelecido entre a Universidade Federal do Rio Grande e a Prefeitura Municipal do Rio Grande nº 005/06. 2011.

PMRG, Prefeitura Municipal do Rio Grande. Criação da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cidade do Rio Grande. Decreto 6.524, de 07 de julho de 1994, sob o parecer CEE1004/95 datado de 31 de outubro de 1995.

RIBEIRO, Paula Regina Costa; ÁVILA, Dárcia Amaro. Sujeitos, histórias, experiências, trajetórias... A narrativa como metodologia na pesquisa educacional. In: SILVA, Gisele Ruiz; HENNING, Paula Corrêa. Pesquisas em Educação: experimentando outros modos investigativos. Gisele Ruiz Silva e Paula Corrêa Henning (Org.) – Rio Grande: Editora da FURG, 2013.

VEIGA-NETO, Alfredo. Paradigmas? Cuidado com eles! In: COSTA, Marisa Vorraber (Org.). Caminhos investigativos II: outros modos de pensar e fazer pesquisa em educação. Marisa Vorraber Costa (org.); Alfredo Veiga- Neto...[et.al.]. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.




DOI: https://doi.org/10.14295/momento.v29i1.9271

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

PROPESQ
PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ