EDUCAÇÃO INFANTIL E VULNERABILIDADE SOCIAL: INFÂNCIA POBRE E SEM EDUCAÇÃO FORMAL

Walace Rodrigues

Resumo


Este escrito busca refletir sobre a oferta de educação infantil em áreas de alta vulnerabilidade social. Ele se coloca como uma pesquisa teórico-exploratória de cunho bibliográfico. Julgamos que este assunto seja relevante para pensar sobre a oferta e a qualidade da educação pública oferecida às populações mais carentes do Brasil. Os resultados deste escrito mostram que a oferta de educação infantil é insuficiente em áreas de alta vulnerabilidade social, perpetuando, assim, um quadro de desigualdade social que se reflete na escola. Além disto, há um visível descaso das autoridades públicas em oferecer educação de qualidade em creches e pré-escolas nas regiões mais necessitadas de serviços públicos.

Palavras-chave


Educação infantil; Vulnerabilidade social; Crianças; Educação formal.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


REDSIS -Revista Didática Sistêmica,ISSN 1809-3108, Rio Grande/RS, Brasil. revdidaticasistemica@furg.br