Interculturalidade no ensino de música(s): reflexões a partir da lei 11.769/08

Autores

  • Rafael Ferreira Souza Mestrando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - PPGEdu-UNIRIO. Educador Musical com Licenciatura em Música pela mesma universidade.

Palavras-chave:

Formação do Professor de Música, Interculturalidade, Cotidianos Musicais

Resumo

Através da abordagem da atual obrigatoriedade do ensino de música, acrescentada ao currículo da escola básica pela Lei 11.769/08, este texto busca pensar uma possibilidade outra de formação do professor da área a partir de um paradigma intercultural. Nesta perspectiva, traz a visibilização dos plurais cotidianos musicais como elemento a contribuir para a flexibilização curricular. Além disso, evidencia a hierarquização/seleção de determinados estilos musicais no currículo de uma Licenciatura em Música carioca. Identifica, ainda, a relação desta hierarquização com o campo da Musicologia Comparada, de aproximação com teorias de evolução social e com as ideias de Mario de Andrade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Ferreira Souza, Mestrando em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - PPGEdu-UNIRIO. Educador Musical com Licenciatura em Música pela mesma universidade.

UNIRIO

Downloads

Publicado

2015-06-08

Como Citar

Souza, R. F. (2015). Interculturalidade no ensino de música(s): reflexões a partir da lei 11.769/08. Revista Didática Sistêmica, 16(1), 75–86. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/5118

Edição

Seção

Artigos