<b>O magistério e a tradição de família: história de professores de classes multisseriadas - Novo Hamburgo/RS (1940-2009)<b/>

Autores

  • JOSÉ EDIMAR SOUZA

Palavras-chave:

Profissão docente. História de professores. Classes Multisseriadas. Representação docente.

Resumo

Estudo trata da história do ensino rural entre 1940 a 2009, a partir da memória de dez professores que atuaram em classes multisseriadas no município de Novo Hamburgo. Memórias são analisadas na perspectiva do “tempo social” e permitiram compreender o processo de constituição e opção pelo Magistério. Utiliza a metodologia da História Oral e entrevistas semi-estruturadas, além da análise documental. A análise, no contexto da História Cultural enfatiza as dimensões das memórias e sua relação com a representação docente como prática cultural e influência da concepção “vocacional” de uma época. Apesar da tradição docente, destaca-se a representação docente como “sacerdócio”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

JOSÉ EDIMAR SOUZA

GRADUADO EM HISTÓRIA - UNISINOS ESPECIALISTA EM GESTÃO DA EDUCAÇÃO - UFRGS ESPECIALISTA EM PSICOPEDAGOGIA CLÍNICA E INSTITUCIONAL - UNIVERSIDADE FEEVALE MESTRE EM EDUCAÇÃO - UNISINOS DOUTORANDO EM EDUCAÇÃO - UNISINOS, Bolsista PROEX/CAPES É ASSESSOR PEDAGÓGICA DA SMED/NOVO HAMBURGO E TÉCNICO EM EDUCAÇÃO DA FUNDAÇÃO ESCOLA TÉCNICA LIBERATO SALZANO VIEIRA DA CUNHA DE NOVO HAMBURGO

Downloads

Publicado

2012-09-26

Como Citar

SOUZA, J. E. (2012). &lt;b&gt;O magistério e a tradição de família: história de professores de classes multisseriadas - Novo Hamburgo/RS (1940-2009)&lt;b/&gt;. Revista Didática Sistêmica, 14(1), 54–69. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/2537

Edição

Seção

Artigos