A contribuição européia para o paradigma da universidade Emergente no Brasil contemporâneo

MarthaL Abrahão Saad Lucchesi

Resumo


O objetivo desta pesquisa é buscar potencialidades para a transformação do paradigma ainda vigente na universidade brasileira, por meio da investigação sobre a pesquisa na universidade européia. O paradigma da universidade emergente é ser produtora de conhecimento científico, pois esse é o solo epistemológico em que se estruturam as funções de ensino e extensão na universidade brasileira para o século XXI. Na questão dos novos paradigmas e da totalidade do conhecimento, a possibilidade que se delineia como um caminho é a pesquisa interdisciplinar, e transdisciplinar (pós-disciplinaridade), pois permite estabelecer pontes entre os pesquisadores de diversas áreas do saber. O método de abordagem a ser utilizado é o dedutivo, que estabelece o estudo de um fenômeno particular à luz de teorias já estabelecidas. A produção científica deve gerar a difusão e o intercâmbio de conhecimento. Dessa óptica, busca-se aproveitar a experiência de nações que possuem uma longa tradição de universidades como centros produtores de saber. Nesse sentido, a Europa é privilegiada, pois historicamente estabeleceu as primeiras universidades da modernidade, que derivam das universidades surgidas no final da Idade Média.

Palavras-chave


Universidade. Paradigma. Produção do conhecimento.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


REDSIS-Revista Didática Sistêmica, ISSN 1809-3108, Rio Grande-RS, Brasil. revdidaticasistemica@furg.br

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ