GÊNERO E PEDAGOGIAS CULTURAIS – MULHERES ARTISTAS NAS VISUALIDADES CONTEMPORÂNEAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/rds.v22i1.11656

Palavras-chave:

Artes Visuais. Cultura Visual. Educação. Gênero.

Resumo

Este texto argumenta sobre a importância da educação crítica das imagens para a compreensão das visualidades contemporâneas, buscando entrelaçar os temas de Cultura Visual, Artes Visuais e Gênero. A fundamentação teórica se baseia em Hall (2005) que trata das questões de identidade cultural na perspectiva de um mundo pós-moderno; Hernández (2000; 2007), aborda sobre a necessidade dos estudos da cultura visual para a análise crítica e estética das imagens e Louro (2014), que analisa a produção das diferenças e das desigualdades sexuais e de gênero. Dessa forma, visa-se ampliar os entendimentos sobre os espaços e as maneiras como a cultura se manifesta produzindo ideias e concepções de ser e estar no mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana Lopes de Souza, Universidade Federal de Pelotas

Professora de Artes Visuais na rede municipal da cidade de Pelotas/RS; Mestre em Artes Visuais (Centro de Artes-UFPEL); Doutoranda do programa de pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas e Bolsista CAPES.

Downloads

Publicado

2021-02-05

Como Citar

Souza, F. L. de, & Zamperetti, M. P. (2021). GÊNERO E PEDAGOGIAS CULTURAIS – MULHERES ARTISTAS NAS VISUALIDADES CONTEMPORÂNEAS. Revista Didática Sistêmica, 22(1), 119–130. https://doi.org/10.14295/rds.v22i1.11656