Micropolítica Escolar e o trabalho docente em educação Física:negociações,acordos e concessões.

Autores

  • Jônatas Costa Brasil Borba Universidade Federal Rio Grande do Sul-UFRGS
  • Elisandro Schultz Wittizorecki Universidade Federal rio Grande do Sul UFRGS

Palavras-chave:

Educação Física escolar. Micropolítica escolar. Trabalho docente

Resumo

O presente artigo apresenta uma pesquisa realizada em 2013, que investigou a micro-política escolar e o trabalho docente em Educação Física em duas escolas públicas na cidade de Porto Alegre/RS. Caracteriza-se por um estudo qualitativo e descritivo. Aprendemos com nossos achados que a escola constitui-se um ambiente fértil em relações interpessoais imersas em negociações, sendo este o objeto que nos propomos identificar e descrever. Entendemos que os elementos micropolíticos são comuns aos diferentes ambientes escolares, contudo as estratégias dos sujeitos diante das situações são diferentes. Portanto, a micropolítica, que configura o cenário escolar, representa influência decisiva ao trabalho docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jônatas Costa Brasil Borba, Universidade Federal Rio Grande do Sul-UFRGS

Licenciado em Educação Física, Mestre em ciência do Movimento

Elisandro Schultz Wittizorecki, Universidade Federal rio Grande do Sul UFRGS

Doutor em ciências do movimento humano Federal ,professor adjunto da escola de educação física da Universidade Federal Rio Grande do Rio Grande do Sul

Downloads

Publicado

2014-02-21

Como Citar

Brasil Borba, J. C., & Wittizorecki, E. S. (2014). Micropolítica Escolar e o trabalho docente em educação Física:negociações,acordos e concessões. Revista Didática Sistêmica, 55–68. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/4169

Edição

Seção

Artigos