A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR COMO CAMPO DE APRENDIZAGEM SOCIAL: PROPOSIÇÃO E MATERIALIZAÇÃO

Autores

  • Cyro Souza Alfarth Universidade Federal de Santa Maria
  • Thaiane Bonaldo do Nascimento Universidade Federal de Santa Maria
  • Felipe Barroso de Castro Universidade Federal de Santa Maria
  • Elizara Carolina Marin Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

Educação Física, Aprendizagem social, Escola.

Resumo

Esse estudo objetivou investigar a Educação Física escolar como campo de aprendizagem social. Para sua consecução identificamos como necessário compreender a função social da Educação Física, tendo como esteio a categoria aprendizagem social discutida na obra de Bracht (1992). Buscamos compreender o que um professor de Educação Física em específico pensa e propõe em torno da aprendizagem social no contexto de sua prática pedagógica. Para tal, realizamos uma entrevista em profundidade. Constatamos a dificuldade de transformação do processo educativo devido ao contexto de precarização do trabalho e as próprias normas impostas pela organização escolar. Contudo, o professor procura levar a cultura local dos estudantes para dentro do espaço escolar, efetuando debates e reflexões. Para além, não negligencia o trabalho com os esportes hegemônicos, mas elabora uma problematização sobre estes, buscando colaborar para a formação de cidadãos críticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cyro Souza Alfarth, Universidade Federal de Santa Maria

Graduado em Educação Física Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Santa Maria.

Thaiane Bonaldo do Nascimento, Universidade Federal de Santa Maria

Graduada em Educação Física - Licenciatura pela Universidade Federal de Santa Maria, Especialista em Pesquisa em Movimento Humano Sociedade e Cultura, Especialista em Educação Física Escolar, Mestre em Educação Física na linha de Aspectos sócio-culturais e pedagógicos da Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria e participante do Grupo de Pesquisa em Lazer e Formação de Professores.

Felipe Barroso de Castro, Universidade Federal de Santa Maria

É graduado em Educação Física - Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Santa Maria (2011), especialista em Educação Física Escolar (2014) e mestre em Educação Física (2015) pela mesma instituição (PPGEF/CEFD/UFSM), Linha de pesquisa em Aspectos Sócio-culturais e Pedagógicos da Educação Física. Tem interesse de pesquisa nas seguintes temáticas: Educação Física Escolar, Pedagogia Crítico-Emancipatória, Teoria Filosófica do Movimento Humano (Se-Movimentar), Educação Física e Ciência, Esporte, Formação de professores em Educação Física e práticas pedagógicas. Atualmente, é professor de Educação Física da Rede municipal de ensino de Santa Maria-RS.

Elizara Carolina Marin, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em Licenciatura Plena Em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (1988), mestrado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1996), doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2006) e doutorado Sanduíche pela Universidade Autônoma de Barcelona (2005), Pós-doutorado (Estágio Sênior no Exterior) na Università degli Studi di Roma "La Sapienza" (2015-2016), Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação Física (nível de mestrado) da UFSM (período 2011-2013), colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFPel (desde 2010), professora (Associado 3) da Universidade Federal de Santa Maria. Atua principalmente nos seguintes temas: lazer, jogo, jogo tradicional.

Downloads

Publicado

2019-10-30

Como Citar

Alfarth, C. S., Nascimento, T. B. do, Castro, F. B. de, & Marin, E. C. (2019). A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR COMO CAMPO DE APRENDIZAGEM SOCIAL: PROPOSIÇÃO E MATERIALIZAÇÃO. Revista Didática Sistêmica, 20(2), 131–143. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/8329

Edição

Seção

Artigos