<b>Saúde, aptidão e habilidades motoras de skatistas e de jovens inativos<b/>

Autores

  • Leony Morgana Galliano Universidade Federal de Pelotas – UFPel.
  • Fabrício Boscolo Del Vecchio Universidade Federal de Pelotas – UFPel.
  • Miriam Beatrís Reckziegel Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC
  • Miguel Isaías Schulz Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC

Palavras-chave:

Skateboard. Esportes de aventura. Inatividade física.

Resumo

Objetivou-se avaliar variáveis relacionadas à saúde, aptidão física e habilidades motoras de praticantes de skateboard e compará-las com sujeitos inativos. Para isto, conduziu-se estudo observacional transversal, com seleção de amostra por conveniência, com grupo de skatistas (n = 10), com média de idade de 18,8 anos, e jovens inativos (n = 10), com idade média de 22,1 anos. Foram utilizadas avaliações de massa corporal, estatura, circunferências, de potência aeróbia e potência muscular, além das habilidades motoras agilidade e equilíbrio. Registra-se que os skatistas são mais aptos fisicamente e apresentam desempenhos superiores nas variáveis relacionadas à saúde e ao desempenho físico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-09-18

Como Citar

Galliano, L. M., Del Vecchio, F. B., Reckziegel, M. B., & Schulz, M. I. (2012). &lt;b&gt;Saúde, aptidão e habilidades motoras de skatistas e de jovens inativos&lt;b/&gt;. Revista Didática Sistêmica, 218–230. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/2761

Edição

Seção

Artigos