<b>Reflexões sobre nosso modo de vida: um olhar através dos fundamentos da Educação Ambiental</b>

Autores

  • Rossane Vinhas Bigliardi
  • Ricardo Gauterio Cruz

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Crise civilizatória. Sociedade capitalista.

Resumo

O modelo societário vivido pela humanidade enfrenta uma severa crise: crise de identidade cultural, crise do modelo de produção e circulação de bens, crise dos valores e princípios éticos que orientam os indivíduos em seus hábitos de consumo e descarte, crise da insuficiência de recursos naturais para sustentação destes hábitos, crise imposta pelo limite de crescimento populacional e econômico, derivada também da escassez de recursos naturais, enfim, crise do paradigma societário sustentado pelo modelo capitalista, em cuja racionalidade cabe ao ser humano o domínio da natureza e a escravização do próprio ser humano, tolhendo o exercício pleno de sua cidadania e reduzindo-o a mera peça de uma grande engrenagem, facilmente descartada e substituída. Diante deste quadro, este artigo apresenta uma reflexão acerca do problema enfrentado pela sociedade, apontando para a Educação Ambiental como vetor para a superação dos impasses sócio-ambientais postos em nossa realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rossane Vinhas Bigliardi

Atualmente atua como pedagoga junto à Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários e Estudantis da Fundação Universidade Federal do Rio Grande.

Mais informações: Currículo Lattes

Ricardo Gauterio Cruz

Administrador de Empresas com experiência nas áreas de gestão e de perícia judicial. É pós-graduando em Perícia Contábil pela Faculdade Integrada da Grande Fortaleza (FGF) e discente do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Mais informações: Currículo Lattes

Downloads

Publicado

2010-03-29

Como Citar

Bigliardi, R. V., & Cruz, R. G. (2010). &lt;b&gt;Reflexões sobre nosso modo de vida: um olhar através dos fundamentos da Educação Ambiental&lt;/b&gt;. Revista Didática Sistêmica, 5, 41–49. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/1233

Edição

Seção

Artigos