A respeito de girassóis: a questão conceitual do trabalho docente no âmbito da formação de professores em curso de pós-graduação lato sensu

Adriana Regina de Jesus Santos, Claudia Chueire de Oliveira

Resumo


O presente artigo tem como objetivo tecer considerações a respeito da questão conceitual do trabalho docente no âmbito da formação de professores. Para tanto, procuramos destacar as percepções de alunos de um curso de formação de professores, em nível de especialização lato sensu ofertado por uma universidade pública localizada na cidade de Londrina. As análises das expressões dos colaboradores foram realizadas, tendo como parâmetro autores que tratam da temática, sob a vertente do materialismo dialético. O percurso metodológico da investigação apoiou-se nos pressupostos da pesquisa qualitativa com auxilio de questionário com questão aberta. As análises resultantes indicam que os colaboradores possuem concepções críticas a respeito do trabalho docente e que a formação vivenciada no curso lato sensu foi fator decisivo para que houvesse tal despertamento.

Palavras-chave


Trabalho docente. Formação de Professor. Identidade Profissional

Texto completo:

PDF

Referências


DUARTE, N. Concepções afirmativas e negativas sobre o ato de ensinar. Cadernos Cedes, Campinas, n. 44, p. 85-106, 1998.

ENS, R. T. Pesquisa na formação e inserção profissional de futuros professores segundo alunos de graduação e professores formadores. In: BEHRENS, M. A.; ENS, R. T.;

VOSGERAU, D. S. R. (Orgs.). Discutindo a educação na dimensão da práxis. Curitiba: Champagnat, 2007. p. 119-134.

FONSECA, M. ; FONSECA, D.M. A gestão acadêmica da pós-graduação lato sensu: o papel do coordenador para a qualidade dos cursos. Educ. Pesqui., São Paulo, v. 42, n. 1, p. 151-164, jan./mar. 2016.

Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v42n1/1517-9702-ep-42-1-0151.pdf. Acesso em 15 maio 2018.

GRAMSCI, A. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

HORNBURG, N. SILVA; R. Teorias sobre currículo: uma análise para compreensão e mudança. Vol. 3n 10 jan. e jun./2007. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/520266/TEORIAS-SOBRE-CURRICULO. Acesso em 10 abr.2018.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2002.

MCLAREN, P. A vida nas escolas: uma introdução à pedagogia crítica nos fundamentos da educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política. Livro I, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 200.

MARX, K, ENGELS, F. A ideologia alemã. São Paulo: Martins fontes, 1989.

OLIVEIRA, M.A.M. (Org.). Gestão educacional: novos olhares novas abordagens. Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

OLIVEIRA, C.C. A formação superior de professores através de mídias interativas. 2005. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas. 2005.

PIMENTA, S.G.; GHEDIN, E. (Orgs.). Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo, Cortez Editora, 2002.

RUBIM, S.R.F; OLIVEIRA, T. A imagem como fonte e objeto de pesquisa em História da Educação. In: SEMINÁRIO DE PESQUISA DO PPE, 2010, Maringá. Anais... Maringá, 2014.

VEIGA, I.P.A. (Org.). Projeto político pedagógico da escola: uma construção possível. São Paulo: Cortez, 2005.




DOI: https://doi.org/10.14295/momento.v27i2.8054

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

Indexadores

PROPESQ

Indexadores

PROPESQ