Oralidade e escrita, ou Blau Nunes como o narrador

Maicon Dourado Bravo

Resumo


A obra “Contos Gauchescos”, de Simões Lopes Neto, é narrada por Blau Nunes, homem velho, vivido, viajado, experiente, que através de seus relatos contextualiza o leitor, como se fosse um ouvinte, no conjunto de casos dos quais foi testemunha ocular. A relação de tomar emprestada da cultura popular oral o material de seus “Contos Gauchescos”, entre outras obras, e apresentá-lo remodelado em forma escrita, mas carregando em si a figura do narrador transmissor da sabedoria, é objeto de reflexão deste artigo.

Palavras-chave


Simões Lopes Meto. Oralidade. Regionalismo. Narrador

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


REDSIS-Revista Didática Sistêmica, ISSN 1809-3108, Rio Grande-RS, Brasil. revdidaticasistemica@furg.br

PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ