Pedagogias culturais, homo economicus e neoliberalismo: uma proposta para pensar a educação contemporânea

Paula Deporte de Andrade, Mozart Linhares da Silva

Resumo


Teorizações como as produzidas nos Estudos Culturais em Educação e nos Estudos Foucaultianos tem nos permitido compreender que as educabilidades contemporâneas são balizadas pelos ideais de governo presentes na nossa sociedade. Deste modo, nos valendo da articulação entre estas teorizações, objetivamos, neste texto, problematizar as pedagogias culturais como constituidoras dos sujeitos contemporâneos a partir do ethos do neoliberalismo. Para isso selecionamos como artefato cultural peças publicitárias veiculadas na Revista Veja durante os meses de junho e julho de 2017. A partir da análise percebemos que os anúncios analisados constituem exemplos de como os processos de educabilidade atuam na produção de subjetividades, regulando novas demandas de investimento no capital humano e exigindo que os sujeitos tornem-se empreendedores de si por meio de práticas permanentes de formação e aprendizado.

Palavras-chave


pedagogias culturais; empreendedor de si; neoliberalismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/momento.v26i2.7348

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

PROPESQ
PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ