O desafio das fontes históricas ao tratar da memória feminina estudo do conservatório de música de Rio Grande (1922-1954)

Gianne Zanella Atallah, Isabel Porto Nogueira

Resumo


O artigo aborda a relação entre as Fontes Históricas e a Memória Feminina no Conservatório de Música de Rio Grande, ao longo do século XX, que ficou estigmatizada pelas concepções do século XIX. Esta Memória que foi olhada através de documentos e concebida não para eternizar-se na História, mas para o momento, estava atrelada a quem interessava fazer com que fosse lembrada. Importante destacar, o sentido da Memória Feminina que se pretende construir a partir da desconstrução de olhares pré-concebidos das Fontes a partir do Positivismo, o seu ápice de influência, e sua busca pela construção de um novo olhar sobre o grupo, na formação de uma Memória Coletiva na esfera musical, onde deverá haver interação de Fontes Históricas consideradas absolutas, enquanto cultura material e de “novas” fontes, como a História Oral, pretendendo assim ressignificar a objetividade e a subjetividade do conhecimento.

Palavras-chave


Fontes Históricas. Mulheres. Memória Coletiva. Música.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM




MOMENTO - Diálogos em Educação, E-ISSN 2316-3100, Rio Grande/RS, Brasil

PROPESQ
PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ PROPESQ