A RELAÇÃO ENTRE FAMÍLIA E ESCOLA NA COMUNIDADE DO POVO NOVO (RIO GRANDE/RS) PELA PERSPECTIVA DO DESENVOLVIMENTO BIOECOLÓGICO

Autores

  • Profª Hardalla Universidade Federal do Rio Grande-FURG
  • Profª Adriana Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo discutir a relação entre família e escola na comunidade do 3º Distrito do Povo Novo (Rio Grande/RS). Uma zona rural, que possui em torno de oito mil habitantes e constitui a sua base econômica a partir de atividades relacionadas à pecuária, à agricultura e aos pequenos comércios. Para compreender a relação entre família e escola, foram realizadas entrevistas semiestruturadas com educadores e familiares de crianças do 3º ano do ensino fundamental, pertencentes a 3 escolas públicas da localidade. O aporte teórico utilizado foi a bioecologia do desenvolvimento humano, elaborada por Bronfenbrenner (2011). Essa postula o fato de que, durante o processo de desenvolvimento humano, diferentes circunstâncias sociais podem afetar as características subjetivas de um indivíduo. Conclui-se nesse artigo, que a teoria bioecológica pode contribuir para a compreensão da relação entre família e escola, agregando também ao processo de ensino e aprendizagem das crianças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Profª Hardalla, Universidade Federal do Rio Grande-FURG

Doutora em Educação (PPGE-UFPEL). Mestra em Educação (PPGE-UFPEL). Graduada em Pedagogia e História (FURG).  Professora do Município de Rio Grande (PMRG)

Profª Adriana, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Graduada em Pedagogia-FURG.

Downloads

Publicado

2021-09-29

Como Citar

Valle, H. S. do, & Coronel, A. (2021). A RELAÇÃO ENTRE FAMÍLIA E ESCOLA NA COMUNIDADE DO POVO NOVO (RIO GRANDE/RS) PELA PERSPECTIVA DO DESENVOLVIMENTO BIOECOLÓGICO. Momento - Diálogos Em Educação, 30(02), 326–344. Recuperado de https://periodicos.furg.br/momento/article/view/12947