MULHERES NO ESPORTE: O COMEÇO DO PORTAL ESPNW NO BRASIL

Autores

  • Fernando Godinho Lima Universidade Federal de Rio Grande https://orcid.org/0000-0002-9928-4415
  • Joanalira Corpes Magalhães Universidade Federal de Rio Grande

DOI:

https://doi.org/10.14295/rds.v21i1.9425

Palavras-chave:

ESPNW. Mulheres. Esportes

Resumo

O artigo analisa o começo do portal ESPNW no Brasil, discutindo as questões relacionadas às mulheres no esporte. Fundamentamos este estudo a partir do campo teórico dos estudos culturais e de gênero, nas suas vertentes pós-estruturalistas. O material empírico compreende o portal ESPNW e o seu vídeo de divulgação “Invisible Players”. Para as análises utilizamos as noções de modos de endereçamento. Entendemos que o portal ESPNW emerge de algumas questões de gênero presentes historicamente nos esportes e da falta de espaço de discussão para estas temáticas. O vídeo Invisible Players apresenta uma série de estratégias para demonstrar a falta de reconhecimento e visibilidade das mulheres no esporte e estabelece um modo de endereçamento para pessoas ligadas a este assunto. Neste artigo percebemos que o portal ESPNW provoca certas rupturas em relação ao espaço que a mulher ocupa no esporte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-06-19

Como Citar

Lima, F. G., & Magalhães, J. C. (2020). MULHERES NO ESPORTE: O COMEÇO DO PORTAL ESPNW NO BRASIL. Revista Didática Sistêmica, 21(1), 66–84. https://doi.org/10.14295/rds.v21i1.9425

Edição

Seção

Artigos