CIES: um agenciamento que alimenta o SUS

Autores

  • Michele Neves Meneses
  • Liamara Denise Ubessi UFPEL
  • Roberta Machado UFPEL
  • Marcos Aurélio Matos Lemões UFPEL.

Palavras-chave:

Educação Permanente, Agenciamento, Sistema de Saúde

Resumo

O Sistema Único de Saúde (SUS) opera, dentre outras perspectivas, pela Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (EPS), tendo como dispositivo a Comissão de Integração Ensino-Serviço (CIES). OBJETIVO: relatar vivência na CIES da 3ª região de saúde do RS. METODOLOGIA: cartográfica e experiências. CONCLUSÕES: a CIES tem se constituído em espaço imanente de EPS que reúne ensino, serviço e movimentos sociais. O encontro de territórios subjetivos e tempos diferentes, da academia com a cotidianidade das práticas de saúde traz em si potência para a formação em saúde, sendo um encontro do diverso, um agenciamento que alimentam o SUS.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michele Neves Meneses

Graduação em Enfermagem. Especialização em Vigilância em Saúde Ambiental, em Gestão em Saúde e em Abordagem Multidisciplinar em Dependência Química.

Liamara Denise Ubessi, UFPEL

Doutorado em andamento em Ciências - práticas sociais em enfermagem e saúde. Universidade Federal de Pelotas - UFPEL.

Roberta Machado, UFPEL

Mestrado em Enfermagem pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL.

Marcos Aurélio Matos Lemões, UFPEL.

Doutorado em andamento em Enfermagem pela Universidade Federal de Pelotas – UFPEL.

Downloads

Publicado

2015-09-02

Como Citar

Meneses, M. N., Ubessi, L. D., Machado, R., & Lemões, M. A. M. (2015). CIES: um agenciamento que alimenta o SUS. Revista Didática Sistêmica, 16(1), 410. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/5255

Edição

Seção

Resumo - GTT Saude