Menino ama Menino: impasses e soluções no diálogo entre gerações na narrativa infanto-juvenil de feição homoafetiva

Autores

  • Luciano Ferreira da Silva Universidade Estadual do Piauí.

Palavras-chave:

literatura infanto-juvenil, homoafetividade, diversidade sexual, educação.

Resumo

Resumo: O presente artigo tem por objetivo fazer uma leitura de um livro infanto-juvenil que trata do tema da homoafetividade na infância intitulado Menino ama menino da escrita Marilene Goldinho. Antes porém, interessante é observar que esta narrativa se direciona aos jovens, mas é uma obra que pode ser lida tanto por adultos como por adolescentes a partir dos 11 ou 12 anos. É uma obra que vai tratar do tema da homoafetividade na juventude e a partir daí mostra a germinação de todo um conflito familiar fomentado pela falta de informação e despreparo para lidar com tal situação. A obra pode ser trabalhada em sala de aula para começar uma discussão sobre a diversidade sexual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Ferreira da Silva, Universidade Estadual do Piauí.

Luciano Ferreira da Silva, professor Adjunto I da Universidade Estadual do Piauí, doutor em Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Pernambuco, autor de artigos sobre homoafetividade em capítulos de livros e revistas especializadas. Trabalha também com a literatura infanto-juvenil que trata de questões de gênero e sexualidades.

Downloads

Publicado

2015-03-20

Como Citar

da Silva, L. F. (2015). Menino ama Menino: impasses e soluções no diálogo entre gerações na narrativa infanto-juvenil de feição homoafetiva. Momento - Diálogos Em Educação, 23(2), 25–34. Recuperado de https://periodicos.furg.br/momento/article/view/4015