CHAMADA DE ARTIGOS PARA O DOSSIÊ “EDUCAÇÃO AMBIENTAL E A PANDEMIA DE COVID-19”

2021-04-23

Apresentação

A Revista Ambiente & Educação, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental (PPGEA/FURG), através da sua comissão editorial tomou a decisão de abrir uma chamada para a submissão de artigos sobre a temática “Educação Ambiental e a Pandemia de COVID-19”, com vistas a compor um dossiê a ser publicado no segundo semestre de 2021.

Costa (2020) assevera que “a crise pandêmica que se abateu sobre o Brasil no primeiro trimestre de 2020 iluminou definitivamente o arco das desigualdades sociais e regionais”. Neste sentido, a pandemia se articula às injusticas pré-existentes sendo caracterizada como algo mais complexo – como Sindemia, ou seja,

“un cuadro pandémico en el que la enfermedad infecciosa se entrelaza con otras enfermedades, crónicas o recurrentes,a sociadas a sua vez a la distribuición desigual de la riqueza, la jerarquia social, el mayor o menor acceso a vivencia o salud, etec., factores todos ellos atravesados por una inevitable marca de raza, de calse y de género. La sindemia es una pandemia en le que los factores biologicos, económicos y sociales se entreveran de tal mod que hacen imposible una solución parcial o especialziada y mesno mágica y defintiva” (ALBA RICO, 2021).

Disso, seguimos Boaventura de Sousa Santos (2020) ao pontuar de forma assertiva a relação entre a crise ambiental e a pandemia e, como, essa última nos cobrou respostas imediatas e urgentes com objetivo de salvaguardar as vidas. Acevedo, Aleixo e Wagner (2020) destacam que

a duração do tempo da pandemia até agora parece impalpável, indeterminada, cujo desfecho não se pode prever com precisão. Além disto, a velocidade do seu alastramento e a profundidade de sua disseminação parecem quase ficcionais. Esse vírus, entretanto, não é produto da imaginação literária, nem tão pouco ficcional; é bem concreto, avança ligeiro e provoca medos, temores, apreensões e um número cada vez maior de vítimas fatais, sobretudo entre indígenas, quilombolas, ribeirinhos e outros povos e comunidades tradicionais.

Assim, gostaríamos de entender como os pesquisadores e extensionistas em Educação Ambiental têm se movimentado e trabalhado no combate a COVID-19, e suas perspectivas do e no pós-pandemia nesse campo. Sendo assim, emergem as questões: Que limites e contradições a Educação Ambiental apresentava no pré-pandemia? Qual o papel e que Educação Ambiental precisaremos no pós-pandemia? Que conhecimentos construimos anteriormente que ajudam nas perspectivas futuras? Que experiências, problemas e contribuições da EA no virtual/remoto?

Portanto, a decisão de propor um dossiê após um ano do inicio da Pandemia, é, também, para que possamos de alguma forma refletir e nos enxergamos nesse fazer da Educação Ambiental na criação de “paraquedas coloridos” nesse momento (Conforme Ailton Krenak) . Mas, também, que possamos pensar passos futuros para a nossa organização coletiva.

 

Datas importantes

Inicio submissão de artigos: 23/04/2021

Data final de submissão de artigos: 23/09/2021

Publicação do dossiê: novembro/dezembro de 2021

 

Rio Grande, 27 de março de 2021.

Caio Floriano dos Santos

Carlos RS Machado

Simone Grohs Freire

Organizadores