UMA ATIVIDADE CONSTRASSEXUAL INTERDISCIPLINAR

AULAS DE BIOLOGIA E EDUCAÇÃO FÍSICA COMO ESPAÇOS PARA REPENSAR SEXO/GÊNERO

Autores

  • Carolina Moraes Martins de Barros PIEC -IB - USP
  • Maíra Batistoni e Silva Departamento de Fisiologia - Instituto de Biociências da USP https://orcid.org/0000-0002-5490-1862

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v11i2.16121

Resumo

Apresentamos neste trabalho a proposta de uma atividade contrassexual, baseada na concepção de um currículo cultural contrassexual como aquele que permite que corpos considerados abjetos sejam reconhecidos como sujeitos e colocados como protagonistas de sua realidade. Elaboramos uma atividade interdisciplinar articulando conhecimentos da biologia e da educação física, pautada por uma questão sociocientífica cujo tema é a inserção de corpos diversos no esporte de alto rendimento. Observamos as interações dos grupos durante a realização da atividade e pudemos perceber que ela gera discussões contrassexuais, pois os grupos reconheceram injustiças às quais alguns corpos estão submetidos e estimulou o desejo de romper com normativas de sexo/gênero ao se pensar as categorias das competições esportivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Moraes Martins de Barros, PIEC -IB - USP

Mestranda no Programa Interunidades de Ensino de Ciências da USP, com ênfase em Biologia. Licenciada em Ciências Biológicas pelo Instituto de Biociências da USP (2020) e bacharel (2021) pelo mesmo Instituto. Bacharel em Comunicação Social - Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero (2017). Bolsista em Treinamento Técnico de Apoio à Pesquisa pela FAPESP, em projeto sobre formação de professores para Ensino de Ciências. Faz parte do Laboratório de Pesquisa em Práticas Epistêmicas e Científicas - LaPPEC/IB-USP. Tem interesse nas seguintes áreas de pesquisa: Ensino de Ciências, Ensino de Ciências por Investigação, Práticas Epistêmicas e Questões de Gênero.

Maíra Batistoni e Silva, Departamento de Fisiologia - Instituto de Biociências da USP

Professora Doutora da área de Ensino do Departamento de Fisiologia do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo. Possui Bacharelado (2001) e Licenciatura (2003) em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, Mestrado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (2006), Doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2015) e Pós-Doutorado no Departamento do Ensino e Educação Comparada da FEUSP (2016-2018). Foi professora na Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP - Diadema) no Setor de Educação (2016-2018) e professora de Ciências e Biologia da Escola de Aplicação da FEUSP (2005-2016). Atualmente coordena o Laboratório de Pesquisa em Práticas Epistêmicas e Científicas - LaPPEC/IB-USP e compõe a Diretoria Executiva Nacional da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (DEN-Sbenbio). Tem interesse pelos seguintes temas de pesquisa: Ensino de Ciências, Ensino de Biologia, Ensino de Fisiologia, Ensino de Ciências por Investigação, Práticas Científicas e Epistêmicas no Ensino de Ciências, Questões sociocientíficas no Ensino de Ciências.

Downloads

Publicado

2024-01-26

Como Citar

Moraes Martins de Barros, C., & Batistoni e Silva, M. (2024). UMA ATIVIDADE CONSTRASSEXUAL INTERDISCIPLINAR: AULAS DE BIOLOGIA E EDUCAÇÃO FÍSICA COMO ESPAÇOS PARA REPENSAR SEXO/GÊNERO . Diversidade E Educação, 11(2), 184–211. https://doi.org/10.14295/de.v11i2.16121

Edição

Seção

Dossiê: Diversidade, gênero e sexualidade nas práticas corporais e esportivas