Sobre a Revista

Foco e Escopo

A Revista Diversidade e Educação é uma revista de divulgação científica semestral e publica artigos e relatos de experiências educativas nas temáticas de corpos, gêneros, sexualidades e relações étnico-raciais. A revista tem como foco textos que tratem dessas temáticas no espaço escolar e em outros espaços educativos.

A revista tem como foco textos que tratem dessas temáticas no espaço escolar e em outros espaços educativos.

Tem como público-alvo estudantes, professores/as, pesquisadores/as da área da educação, além do público interessado na área em geral.

Processo de Avaliação pelos Pares

Processo de Avaliação pelos Pares

Avaliação dos Trabalhos

Orientações gerais:

A Comissão Editorial não assume a responsabilidade por opiniões/conceitos emitidos em artigos assinados e matéria transcrita

A Comissão Editorial se reserva o direito de selecionar os trabalhos para publicação, considerando o processo avaliativo descrito abaixo.

A revista Diversidade e Educação (PPGEC/GESE/FURG) adota como parâmetros de Integridade na Atividade Científica as Diretrizes apresentadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Antes de qualquer submissão pelos/as autores/as, salientamos a necessidade de leitura dessas diretrizes, as quais estão disponíveis no seguinte endereço: http://www.cnpq.br/web/guest/diretrizes.

Processo avaliativo

Os trabalhos submetidos a Revista Diversidade e Educação serão avaliados por, no mínimo, dois pareceristas externos, selecionados por especialidade e/ou afinidade em relação ao conteúdo temático dos trabalhos sob apreciação.

Os pareceristas devem revelar aos editores quaisquer conflitos de interesse que possam influir em suas opiniões sobre o manuscrito, e devem declarar-se não qualificados para revisar originais específicos se acreditarem que esse procedimento é apropriado. 

Aos pareceristas é reservado o direito de apresentar parecer favorável condicionado à reformulação do artigo ou trabalho congênere, apresentar sugestões para reformulação, bem como o direito de sugerir a edição do texto reformulado, desde que as eventuais alterações não afetem o seu conteúdo.

Os pareceres deverão ser legíveis e apresentar uma avaliação crítica dos artigos ou trabalhos congêneres, relevando a importância dos mesmos. Caso o parecer indique reformulações num determinado trabalho, todos os trechos deverão ser apontados com destaque de parágrafos e ou páginas, conforme o caso.

Aos pareceristas é dado um prazo de vinte dias corridos, a partir da data de entrega do artigo, para a apresentação do parecer. Este prazo poderá ser prorrogado por período igual ou menor, a critério do coordenador editorial, desde que a dilação do prazo não incorra em atraso nos trabalhos de composição e impressão da revista.

O processo avaliativo dos trabalhos submetidos à revista Diversidade e Educação (PPGEC/GESE/FURG) compreende 3 etapas:

 Etapa  1 – Pré-avaliação:

Ao observar a submissão de um trabalho, a Comissão Editorial desenvolve uma primeira fase de apreciação do manuscrito, o que envolve a avaliação:

- da correspondência da proposta de publicação com o escopo do periódico, cujas informações estão disponíveis no menu ‘sobre/foco e escopo’. A Comissão Editorial se reserva o direito de decidir sobre o enquadramento ou não do trabalho no escopo do periódico.

- de aspectos da formatação, tendo em vista as orientações disponíveis no menu ‘diretrizes para autores’.

- da ausência de elementos que identifiquem a autoria, seja no texto ou nas propriedades do arquivo, conforme orientações num tutorial.

Caso sejam observados problemas quanto a esses itens, as submissões serão imediatamente arquivadas e os/as autores/as serão informados/as sobre a impossibilidade de continuidade da avaliação.

Etapa 2 – Avaliação pelos pares:

A submissão que passa pela etapa 1 (corresponde ao escopo, está adequada às normas, não contém elementos de identificação e consta a declaração de responsabilidade de autoria) estará apta a seguir no processo avaliativo. Nesse processo, as etapas são as seguintes:

- Designação de um/a editor/a de seção que assume a responsabilidade de coordenação do fluxo de avaliação.

- Esse/a editor/a responsável irá designar 2 avaliadores/as externos para emitirem pareceres, e lhes solicitará que respondam no prazo de 4 semanas.

- Os/as avaliadores/as deverão proceder a revisão dos trabalhos, considerando alguns aspectos norteadores pontuados abaixo: contribuição à área da educação; originalidade do tema e/ou do tratamento dado ao tema; consistência argumentativa; rigor da abordagem teórico-metodológica; qualidade geral do texto.

-  Os/As pareceristas podem aceitar plenamente o artigo, aceitar solicitando reformulações ou recusar o artigo. Qualquer uma das hipóteses é justificada por um parecer descritivo. Quando os dois pareceristas recusam o trabalho, o artigo é devolvido ao/a autor/a. Quando os dois pareceristas aceitam o trabalho, ele passa à fase seguinte. Por fim, quando um ou os dois pareceristas solicitam reformulações, o trabalho é devolvido ao/a autor/a, solicitando que o mesmo considere os pareceres e reformule o artigo no prazo de 15 dias. Quando o/a autor/a reenvia o texto reformulado, segundo as sugestões dos/as pareceristas, ele é reavaliado e passa à fase final.

Etapa 3 – Revisões finais

O trabalho aprovado para publicação segue para a fase de edição, na qual ele será preparado para a publicação, o que envolve as seguintes etapas:

- Revisão dos descritores do artigo e dos metadados, prezando pela correspondência entre as informações que constam no arquivo do texto e as registradas na plataforma SEER.

- Não havendo manifestação dos/as autores/as no prazo estipulado, os artigos serão arquivados.

 

Periodicidade

A revista tem periodicidade semestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização do conhecimento.


O periódico disponibiliza acesso livre (Open Access) ao seu conteúdo, protegido pela Licença Creative Commons (CC-BY), conforme os termos do link https://creativecommons.org/licenses/by/3.0/br/

Não há taxa de cobrança a autores e leitores.

Sobre a Revista

A Revista Diversidade e Educação foi criada em 2013 e é uma revista de divulgação científica semestral do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciência e do Grupo de Pesquisa Sexualidade e Escola da Universidade Federal do Rio Grande do Rio Grande - FURG. Publica artigos e relatos de experiências educativas nas temáticas de corpos, gêneros, sexualidades e relações étnico-raciais.

A revista tem como foco textos que tratem dessas temáticas no espaço escolar e em outros espaços educativos.

Tem como público-alvo estudantes, professores/as, pesquisadores/as da área da educação, além do público interessado na área em geral.

Histórico do periódico

A revista Diversidade e Educação foi criada no ano de 2013 numa iniciativa do Grupo de Pesquisa Sexualidade e Escola a fim de criar um espaço de divulgação científica das temáticas de corpos, gêneros, sexualidades e relações étnico-raciais. No ano de 2016 a revista passa a ser uma revista do Programa de Pós-graduação Educação em Ciências (Associação Ampla UFRGS-FURG- UFSM). No mesmo ano por decisão da Comissão Editorial, a RCP passou a fazer parte da base de Periódicos Eletrônicos da FURG.