OS PRÉ-VESTIBULARES PARA PESSOAS TRANS* E A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO SEGURO

Autores

  • Jeferson Reis Santos Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v11i2.15950

Resumo

A partir de 2015 é possível notar o surgimento de diversos pré-vestibulares sociais voltados, de forma exclusiva ou prioritária, para a população trans* e travesti. A partir de uma abordagem qualitativa, realizamos seis entrevistas com interlocutores/interlocutoras que narraram suas experiências como docentes ou discentes nestes projetos. Em diálogo com a proposta de “espaços seguros” de Patricia Hill Collins (2019) e “precariedade” (BUTLER, 2019a; 2015; 2011), apresentamos a maneira como estes cursinhos preparatórios são planejados e construídos cotidianamente a partir de uma posição anti-transfóbica. O nosso objetivo principal foi analisar as estratégias assumidas pelos projetos na busca de uma educação antitransfóbica. Os resultados apontam o reconhecimento das diversas experiências de gênero e o compromisso com a autodefinição como pontos fundamentais nestes projetos. Argumentamos ainda a importância de recorrer às experiências localizadas como produtoras de conhecimentos e práticas que ajudam a construir uma efetivamente comprometida com a superação das opressões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jeferson Reis Santos, Universidade de São Paulo

Licenciado em História pela Universidade Federal da Bahia - UFBA. Mestre em Educação: Conhecimento e Inclusão Social pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Doutor em Educação pela Universidade de São Paulo - USP.

Downloads

Publicado

2024-01-26

Como Citar

Reis Santos, J. (2024). OS PRÉ-VESTIBULARES PARA PESSOAS TRANS* E A CONSTRUÇÃO DE UM ESPAÇO SEGURO. Diversidade E Educação, 11(2), 689–716. https://doi.org/10.14295/de.v11i2.15950