UM MERGULHO NAS POÉTICAS DAS INFÂNCIAS

PERCURSOS E PERCALÇOS METODOLÓGICOS DA PESQUISA COM CRIANÇAS

Autores

  • Breno Alvarenga Almeida Universidade Federal de Lavras
  • Fábio Pinto Gonçalves dos Reis Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12683

Resumo

Investigar se as experiências estéticas permitem a problematização de questões relacionadas à produção das identidades e das diferenças no contexto da Educação Infantil exigiu um mergulho em referenciais pós-estruturalistas, nas pedagogias e sociologia das infâncias para problematizar os dizeres de crianças a partir do seu contato com as artes. Realizar pesquisas envolvendo essa faixa etária, é fazê-las com as crianças e não sobre elas, razão pela qual inúmeros desafios são colocados nas interações do/a pesquisador/a com o campo. Emergiram desse processo questionamentos fundamentais para o desenvolvimento da pesquisa: como deixar de ser um corpo estranho naquele espaço? Como proporcionar espaços-tempos em que as crianças tenham vez e voz? Como fazer esse exercício de escuta? Assim, conclui-se que urge a necessidade de um olhar político no campo das metodologias de pesquisas com crianças, visto a urgência de conhecer as culturas das infâncias a partir das suas múltiplas linguagens.

PALAVRAS-CHAVE: Infância. Pesquisa. Crianças.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-05-23

Como Citar

Alvarenga Almeida, B., & Pinto Gonçalves dos Reis, F. (2021). UM MERGULHO NAS POÉTICAS DAS INFÂNCIAS: PERCURSOS E PERCALÇOS METODOLÓGICOS DA PESQUISA COM CRIANÇAS. Diversidade E Educação, 9(Especial), 651–678. https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12683

Edição

Seção

N. Especial: Tecituras em Redes de Discussões e Afetos: interface..