Educação como Prática da Liberdade para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais: saberes, vivências e (re)leituras em Paulo Freire

Cleyton Feitosa Pereira, Allene Carvalho Lage

Resumo


Resumo: Através de uma pesquisa bibliográfica, com foco nas obras “Educação como Prática da Liberdade” e “Pedagogia do Oprimido”, tecemos reflexões e conexões entre o pensamento freireano e a luta cotidiana do Movimento LGBT. As análises apontaram perspectivas de existir e estar no mundo - a integração ou a acomodação - e a relação que a população LGBT estabelece com o enfrentamento à heteronormatividade remetendo-nos à contradição opressor-oprimido. Entendemos essa complexa conjuntura violadora de direitos por aquilo que Freire chamou de “inexperiência democrática” como sendo parte da realidade construída historicamente por meio da colonização de povos latinoamericanos. Mas compreendemos também que a emancipação pode se dar através de uma educação horizontal, dialógica, plural e conscientizadora. Uma educação como prática da liberdade.

Palavras-Chave: Educação. Diversidade sexual. Emancipação. Paulo Freire.

 

Resumen: A través de una investigación bibliográfica, con foco en las obras "Educación como Práctica de la Libertad" y "Pedagogía del Oprimido", tejemos reflexiones y conexiones entre el pensamiento freireano y la lucha cotidiana del Movimiento LGBT. Los análisis apuntaron perspectivas de existir y estar en el mundo - la integración o el acomodamento - y la relación que la población LGBT establece con el enfrentamiento a la heteronormatividad remitiéndonos a la contradicción opresor-oprimido. Entendemos esa compleja coyuntura violadora de derechos por lo que Freire llamó "inexperiencia democrática" como parte de la realidad construida históricamente por medio de la colonización de pueblos latinoamericanos. Pero comprendemos también que la emancipación puede darse a través de una educación horizontal, dialógica, plural y concientizadora. Una educación como práctica de la libertad.

Palabras clave: Educación. Diversidad sexual. Emancipación. Paulo Freire.

 

Abstract: Through a bibliographical research, focusing on the works "Education as a Practice of Freedom" and "Pedagogy of the Oppressed", we weave reflections and connections between Freirean thinking and the daily struggle of the LGBT Movement. The analysis pointed to perspectives of existence and being in the world - integration or accommodation - and the relationship that the LGBT population establishes with the confrontation with heteronormativity, referring to the oppressive-oppressed contradiction. We understand this complex situation violating rights by what Freire called "democratic inexperience" as part of the reality historically built through the colonization of Latin American peoples. But we also understand that emancipation can take place through a horizontal, dialogical, pluralistic and conscientious education. An education as a practice of freedom.

Keywords: Education. Sexual diversity. Emancipation. Paulo Freire.


Texto completo:

PDF

Referências


FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2009.

______. Pedagogia do Oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

LOURO, Guacira Lopes. Heteronormatividade e homofobia. In: JUNQUEIRA, Rogério Diniz (Org.). Diversidade sexual na educação: problematizações sobre a homofobia nas escolas. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, UNESCO, 2009. p. 84-93.




DOI: https://doi.org/10.14295/de.v5i2.7712

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


E-ISSN: 2358-8853

Indexadores

Sumários.org

 

doaj.org/toc/2358-8853 

 

PROPESQ