Como falar de sexualidades na sala de aula? possibilidades de abordagens a partir de um artefato pedagógico

Benícia Oliveira da Silva

Resumo


Atualmente, defendemos a importância de possibilitarmos discussões acerca das temáticas de sexualidades no espaço da sala de aula. A forma como abordar tais questões, nos provoca a pensar estratégias afinadas aos contextos de nossos/as estudantes. Trabalhar a partir de um artefato pedagógico potencializa aproximar o tema em pauta à realidade dos/as alunos/as, oportunizando que os/as mesmos/as identifiquem-se e estabeleçam relações com o material disponibilizado pelo/a professor/a, efetivando as discussões e os significados produzidos ao longo da atividade.

Texto completo:

PDF

Referências


HALL, Stuart. The Work of Representation. In: . (Org.). Representation: Cultural Representations and Signifying Practices. London/Thousand Oaks/ New Delhi: Sage/Open University, 1997. p. 1-73.

RIBEIRO, Paula Regina Costa, SOUZA, Diogo Onofre. Falando com professoras das séries iniciais do ensino fundamental sobre sexualidade: a presença do discurso biológico. Enseñanza de las Ciencias, Barcelona, v. 21, p. 67-75, 2003.

SEXO, Seção. In: CAPRICHO, Revista. São Paulo: Abril, ago. 2008/ago. 2009. SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade: uma introdução às teorias do currículo. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


E-ISSN: 2358-8853

Indexadores
  

PROPESQ

PROPESQ

PROPESQ PROPESQ PROPESQ