DIÁLOGOS ENTRE INTERSEXUALIDADE E O ENSINO DE BIOLOGIA

Autores

  • Luciana Aparecida Siqueira Silva Instituto Federal Goiano Campus Urutaí https://orcid.org/0000-0003-3732-3957
  • Elenita Pinheiro de Queiroz Silva Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12837

Resumo

A área biomédica, no século XX, consolidou verdades de que corpos intersexo apresentam variações em níveis cromossômicos, gonadais/genitais em desacordo com a lógica binária e o alinhamento sexo-gênero. Tal lógica reverbera-se nos espaços escolares e em livros didáticos. Intencionamos localizar as verdades reiteradas e/ou negadas em uma coleção de livros didáticos de Biologia (LDB), aprovada pelo Programa Nacional do Livro Didático - Ensino Médio, sobre o corpo intersexo e a intersexualidade. A intersexualidade é entendida como parte do dispositivo da sexualidade e o LDB como dispositivo, à luz do referencial foucaultiano. Neste artigo, trazemos as análises de uma coleção que apresenta o corpo intersexo associado à noção de patologia e à incapacidade reprodutiva. A coleção apresenta o corpo intersexo como construção biomédica, cujo centro de verdade alia-se a modos de funcionamento de uma política sobre a vida que toma de assalto corpos que borram fronteiras do sexo e do gênero.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Aparecida Siqueira Silva , Instituto Federal Goiano Campus Urutaí

Doutoranda em Educação (Educação em Ciências e Matemática), pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Membro do Grupo de Pesquisa Gênero, Corpo, Sexualidade e Educação (GPECS). Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Goiás (UEG/2001), especialista em Tecnologias Aplicadas ao Ensino de Biologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG/2011) e mestra em Biologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG/2003). Atualmente sou docente do ensino básico técnico e tecnológico do Instituto Federal Goiano - Câmpus Urutaí. Fui coordenadora de área do subprojeto Interdisciplinar do Programa Institucional de Iniciação à Docência (PIBID/Capes) e membro titular do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) do IF Goiano. Participei do Programa de Consolidação das Licenciaturas (Prodocência/Capes) do IF Goiano, no período de 2014-2016. Tenho experiência na área de Educação com ênfase em Ensino de Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências/biologia e biologia geral.

Elenita Pinheiro de Queiroz Silva, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Educação, Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Uberlândia.

Downloads

Publicado

2021-05-23

Como Citar

Siqueira Silva , L. A., & Pinheiro de Queiroz Silva, E. (2021). DIÁLOGOS ENTRE INTERSEXUALIDADE E O ENSINO DE BIOLOGIA. Diversidade E Educação, 9(Especial), 576–599. https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12837

Edição

Seção

N. Especial: Tecituras em Redes de Discussões e Afetos: interface..