CARTOGRAFIA DOS TERRITÓRIOS DA ESCOLA: MAPEANDO ESPAÇOS HETEROTÓPICOS DE LAZER QUE POSSIBILITAM INFLEXÕES DE APRENDIZAGEM EM GÊNERO NO BRINCAR DE CRIANÇAS.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12653

Resumo

Este estudo busca relatar alguns passos e propostas de reconhecimentos de uma pesquisa de doutorado – PPGIEL – EEFFTO/UFMG, que se insere no campo das Ciências Sociais, Humanas e nos Estudos do Lazer, pela proposição de abordar e problematizar questões no entorno do sujeito social ‘criança’ no seu processo de conhecer e aprender no decorrer do ‘brincar’ nos momentos de ‘lazer’ da/na ‘infância’ nos territórios da Escola. Nesse sentido, tem como objetivo se movimentar com a escola e com seus atores e sujeitos sociais para identificar nesses territórios, espaços heterotópicos de lazer, e problematizar que esses espaços possibilitam inflexões de aprendizagem em gênero, por meio das práticas sociais presentes no(s) brincar(es) da(s) infância(s). Para tanto, se subsidia num movimento de uma pesquisa bibliográfica, ancorada nos caminhos metodológicos desenhados por meio de uma pesquisa qualitativa e pós-crítica, tendo como rota a abordagem de uma cartografia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Veloso Silva, Universidade Federal de Lavras

Professor de Educação Física

Mestre em Educação (Ufla)

Doutorando Estudos do Lazer (EEFFTO/UFMG)

Membro do Grupo FESEX (DED/UFLA)

Professor Substituto DED (2018)

Downloads

Publicado

2021-05-23

Como Citar

Veloso Silva, L. (2021). CARTOGRAFIA DOS TERRITÓRIOS DA ESCOLA: MAPEANDO ESPAÇOS HETEROTÓPICOS DE LAZER QUE POSSIBILITAM INFLEXÕES DE APRENDIZAGEM EM GÊNERO NO BRINCAR DE CRIANÇAS. Diversidade E Educação, 9(Especial), 397–427. https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12653

Edição

Seção

N. Especial: Tecituras em Redes de Discussões e Afetos: interface..