DESVIOS DE GÊNERO EM UM CURRÍCULO-MUSEU

ENCONTROS E COMPOSIÇÕES COM (DES)OBJETOS

Autores

  • Claudio Eduardo Resende Alves Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12568

Resumo

Este artigo é resultante de uma pesquisa de Pós-Doutorado em Educação que propôs a investigação de um currículo-museu a partir de encontros e composições com os chamados (des)objetos. Museu é lido como um currículo, um artefato cultural que possui uma pedagogia que ensina e produz leituras sobre o mundo. Á luz dos estudos pós-criticos de gênero e currículo, o pesquisador realizou uma imersão em museus da cidade de Belo Horizonte/MG, utilizando a observação participante e o diário de campo. Para a construção do texto, foram selecionados três (des)objetos – uma balança, cartazes de cinema e troféus esportivos – como elementos problematizadores na pesquisa teórica e empírica. Os resultados evidenciam que um currículo-museu com gênero oportuniza encontros potentes com (des)objetos em museus, gerando desvios na prática do aprender sobre gênero. O estudo aponta a relevância de uma prática curricular em territórios não escolarizados pautada no debate das relações de gênero no museu.

Palavras-chave: Currículo. Gênero. Museu

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-05-23

Como Citar

Alves, C. E. R. (2021). DESVIOS DE GÊNERO EM UM CURRÍCULO-MUSEU : ENCONTROS E COMPOSIÇÕES COM (DES)OBJETOS. Diversidade E Educação, 9(Especial), 314–340. https://doi.org/10.14295/de.v9iEspecial.12568

Edição

Seção

N. Especial: Tecituras em Redes de Discussões e Afetos: interface..