A cartografia social como instrumento de especialização dos conflitos territoriais no campo: o caso da região da Chapada – Apodi/RN

Autores

  • Francisco Otávio Landim Neto Universidade Federal do Amapá
  • Pedro Ricardo Oliveira Paulino Universidade Federal do Ceará
  • Ana Melisa Morais Ribeiro Universidade Federal do Ceará

Resumo

A Cartografia social vem se consolidando ao longo dos últimos anos como instrumento de luta nas questões socioambientais, por meio do reconhecimento e da construção do conhecimento dos territórios, sendo cada vez mais utilizada por comunidades tradicionais. Este artigo objetiva analisar um conjunto de ações formativas inerentes ao mapeamento participativo desenvolvidas na região da Chapada pertencente ao município de Apodi que vem sendo palco de muitos conflitos, entre eles os territoriais.Os procedimentos metodológicos utilizados são constituídos por duas dimensões, a primeira versa sobre a compilação de um conjunto de estudos relacionados à temática em questão correspondendo ao referencial teórico e a segunda diz respeitos às atividades formativas realizadas nas comunidades que culminaram na elaboração dos mapas. Diante do exposto verificou-se que i) os sujeitos sociais possuem o conhecimento do território sendo posto em destaque os problemas, conflitos, potencialidades e ações que devem ser efetivadas visando a garantia de direitos sociais e a melhoria da qualidade de vida para a população do campo, ii) fortificação nas relações comunitárias no que diz respeito a apropriação do território.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco Otávio Landim Neto, Universidade Federal do Amapá

Francisco Otávio Landim Neto. Professor Assistente do Magistério Superior 40h DE Colegiado de Geografia da Universidade Federal do Amapá UNIFAP, Campus Oiapoque. Graduado em Geografia na modalidade Licenciatura pela Universidade Federal do Ceará UFC (2010). Possui mestrado em Geografia (2013) pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente cursa doutorado na referida instituição. Tem experiência na área de Cartografia Social, Planejamento Ambiental em Bacias Hidrográficas, atuando nos seguintes temas: Análise Integrada da Paisagem, Geoprocessamento e Educação Ambiental.

Pedro Ricardo Oliveira Paulino, Universidade Federal do Ceará

Cursando Bacharelado em Geografia na Universidade Federal do Ceará(UFC). Bolsista do Projeto de Extensão Cartografar. Membro do Laboratório de Geoprocessamento.

Downloads

Publicado

2016-12-30

Como Citar

Landim Neto, F. O., Paulino, P. R. O., & Ribeiro, A. M. M. (2016). A cartografia social como instrumento de especialização dos conflitos territoriais no campo: o caso da região da Chapada – Apodi/RN. Ambiente &Amp; Educação, 21(2), 60–71. Recuperado de https://periodicos.furg.br/ambeduc/article/view/6411