Atividade física, qualidade de vida e envelhecimento: entrelaçamentos a partir da ótica bioecológica

Autores

  • Caroline Parulla Marques Universidade Federal do Rio Grande, FURG. Rio Grande/RS

Palavras-chave:

Desenvolvimento bioecológico, Terceira idade, Qualidade de vida

Resumo

A pesquisa foi realizada com idosos em um programa de extensão universitário, desenvolvido no grupo de Ginástica/Cassino, do Núcleo Universitário da Terceira Idade (NUTI) da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). O foco desse estudo é identificar e analisar os fatores motivacionais dos idosos que os levam a se inserir e permanecer no grupo, bem como compreender possíveis relações entre envelhecimento, qualidade de vida e atividade física sob a ótica dos idosos. O estudo é de caráter qualitativo e está calcado na Teoria Bioecológica do Desenvolvimento Humano. Os instrumentos utilizados foram: entrevista semiestruturada e diário de campo. Os resultados apontaram que a prática de atividades físicas podem influenciar em diversos fatores na vida dos idosos, não prevalecendo somente os aspectos fisiológicos, mas também os psicológicos e sociais. Como por exemplo, fazer amizades, compartilhar suas experiências, contar suas histórias de vida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-19

Como Citar

Marques, C. P. (2016). Atividade física, qualidade de vida e envelhecimento: entrelaçamentos a partir da ótica bioecológica. Revista Didática Sistêmica, 17(1), 313–324. Recuperado de https://periodicos.furg.br/redsis/article/view/5938

Edição

Seção

Artigo - GTT Saude