GÊNERO E EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PESQUISA DOCUMENTAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS FEDERAIS

Autores

  • Luana Barbarelli Bonilha Especializanda em Psicologia da Saúde no Contexto Hospitalar do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo https://orcid.org/0000-0002-8434-3849
  • Luciana Pereira de Lima Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

DOI:

https://doi.org/10.14295/de.v8i2.12056

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar um levantamento e análise de políticas públicas federais brasileiras que abordam questões de gênero na Educação Infantil. O levantamento de dados ocorreu no site do Ministério da Educação, no período de janeiro a agosto de 2019, onde foram selecionados 56 documentos. A pesquisa foi realizada à luz dos pressupostos metodológicos da pesquisa documental, por meio da qual constatou-se que apenas três documentos abordam diretamente a temática gênero. Os dados referentes a estes documentos foram analisados qualitativamente e categorizados, buscando-se discutir o (não) lugar do gênero nas legislações, publicações e programas educacionais. Concluiu-se que as questões de gênero encontram-se quase invisibilizadas pelas e nas políticas públicas da Educação Infantil e, nesse sentido, reconhece-se a importância de fomentar as produções científicas nessa área, visando ampliar a discussão de gênero em contextos escolares e incentivar a inclusão do tema nos documentos legais brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Barbarelli Bonilha, Especializanda em Psicologia da Saúde no Contexto Hospitalar do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo

Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Cursa Especialização em Psicologia da Saúde no Contexto Hospitalar do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – Universidade de São Paulo – Ribeirão Preto, SP.

Luciana Pereira de Lima, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Professora Adjunta no Instituto de Psicologia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Possui Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia, Mestrado e Doutorado em Psicologia pela Universidade de São Paulo. É pós-doutora pela Universidade Federal de Rondônia.

Referências

BARBIERI, Danilo Silva. Um ensaio sobre sexualidade e educação: contribuições da Psicologia para o cenário brasileiro. 2016. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, Minas Gerais, 2016.

BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: a experiência vivida. 2. ed. (S. Milliet, Trad.). São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1967, 500 p. (Obra original publicada em 1949).

BIAGIO, Rita. Meninas de azul, meninos de rosa. Revista Criança. Brasília: Ministério da Educação, n. 40, set. 2005.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988, 292 p.

BRASIL. Lei nº 13.005/2014, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras previdências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 26 jun. 2014.

BRASIL. Resolução CNE/CEB n.º 2, de 19 de abril de 1999. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Docentes da Educação Infantil e dos anos iniciais do Ensino Fundamental, em Nível Médio, na modalidade Normal. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 abr. 1999. Seção 1, p. 97.

BRASIL. Resolução CNE/CEB nº 5, de 17 de dezembro de 2009. Fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 dez. 2009. Seção 1, p. 18.

GIANEZINI, Kelly; BARRETO, Leticia Manique; GIANEZINI, Miguelangelo; LAUXEN, Sirlei de Lourdes; BARBOSA, Gabriel Dario; VIEIRA, Reinaldo de Souza. Políticas Públicas: definições, processos e constructos no século XXI. Revista de Políticas Públicas, v. 21, n. 2, p. 1065-1084, 2017. Disponível em: <http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/rppublica/article/view/8262>. Acesso em: 12 jul. 2020.

GOMES, Vera Lucia de Oliveira. A construção do feminino e do masculino no processo de cuidar crianças em pré-escolas. Texto & contexto – enfermagem, v. 15, n. 1, p. 35-42, 2006. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-07072006000100004&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 15 set. 2019.

GRAUPE, Mareli Eliane; GROSSI, Mirian Pilar. As ações do núcleo de identidade de gênero e subjetividades (NIGS) e a agenda política de combate à homofobia, lesbofobia e transfobia nas escolas. Emblemas, v. 10, n. 2, p. 221-233, jul./dez. 2013. Disponível em: <https://miriamgrossi.paginas.ufsc.br/files/2012/03/Visualizar27.pdf>. Acesso em: 05 abr. 2020.

JUNIOR, Paulo Roberto Souza. A questão de gênero, sexualidade e orientação sexual na atual Base Nacional Curricular (BNCC) e o movimento LGBTTQIS. Revista de Gênero, Sexualidade e Direito, v. 4, n. 1, p. 1-21, 2018. Disponível em: <https://www.indexlaw.org/index.php/revistagsd/article/view/3924>. Acesso em: 02 ago. 2019.

JUNIOR, Emilson Ferreira Garcia; MEDEIROS, Shara; AUGUSTA, Camila. Análise documental: uma metodologia da pesquisa para a Ciência da Informação. Temática, v. 13, n. 7, p. 138-150, jul. 2017. Disponível em: <https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/tematica/article/view/35383>. Acesso em: 10 ago. 2019.

LIMA, Luciana Pereira de. A relação escola-família e as políticas públicas educacionais no Brasil e em Cuba. 2017. Relatório de Pós-doutorado. Universidade Federal de Rondônia, Rondônia, 2017.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: Uma perspectiva pós-estruturalista. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 1997, 179 p.

MAIA, Ana Claudia Bortolozzi; NAVARRO, Carolina; MAIA, Ari Fernando. Relações entre gênero e escola no discurso de professoras do ensino fundamental. Psicologia da Educação, São Paulo, n. 32, p. 25-46, jun. 2011. Disponível em: <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-69752011000100003>. Acesso em: 30 jun. 2019.

MONTEIRO, Igor; ROCHA, Leonardo Tolentino Lima; PRADO, Marco Aurelio Maximo. Formação Continuada de Educadores: O Projeto Educação Sem Homofobia. Interfaces - Revista de Extensão, v. 1, n. 1, p. 63-70, jul./nov. 2013.

OLTRAMARI, Leandro Castro; GESSER, Marivete. Educação e gênero: histórias de estudantes do curso Gênero e Diversidade na Escola. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 27, n. 3, p. 1-14, out. 2019. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-026X2019000300219>. Acesso em: 21 jul. 2020.

PAVAN, Ruth. Currículo, a construção das identidades de gênero e a formação de professores. Revista Contrapontos, v. 13, n. 2, p. 102-111, 2013. Disponível em: <https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rc/article/view/3824>. Acesso em: 02 ago. 2019.

RIBEIRO, Amanda; PÁTARO, Cristina Satiê de Oliveira; MEZZOMO, Frank Antonio. Religião e “Ideologia de Gênero” no Plano Nacional de Educação (PNE). Relegens Thréskeia – estudos e pesquisa em religião, v. 5, n. 2, p. 56-70, 2016.

ROCHA, Natalia Hosana Nunes. Questões de gênero e sexualidade na escola: discutindo políticas públicas e formação pedagógica. 2015. 60 f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Minas Gerais, 2015.

ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde; AMORIM, Katia de Souza; SOARES-SILVA, Ana Paula; OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. Desafios metodológicos na perspectiva da rede de significações. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 38, n. 133, p. 147-170, jan./abr. 2008. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-15742008000100007>. Acesso em: 03 set. 2019.

SANTOS, Sandro Vinicius dos Santos. Interfaces de gênero, infância e Educação Infantil na Pós-graduação em Educação brasileira (1996 a 2015). Perspectiva, v. 38, n. 1, p. 01-22, 2020. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/2175-795X.2020.e61812>. Acesso em: 01 ago. 2020.

SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil para análise histórica. 2. ed. (C. R. Dabat & M. B. Ávila, Trad.). Recife: S.O.S. Corpo, 1995, 35 p. (Obra original publicada em 1989).

SILVA, Isabel de Oliveira e; LUZ, Iza Rodrigues da. Meninos na educação infantil: o olhar das educadoras sobre a diversidade de gênero. Cadernos Pagu, Campinas, n. 34, p. 17-39, jun. 2010. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-83332010000100003&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 12 jul. 2019.

SILVA, Patrick dos Santos; HERNECK, Heloisa Raimunda; SILVA, Apolônia de J. Ferreira. Gênero e sexualidade nas redes vivenciadas no cotidiano das escolas. Revista Diversidade e Educação, v. 7, n. 1, p. 260-276, jan./jul. 2019.

SOUZA, Jane Felipe. Gênero e sexualidade nas pedagogias culturais: implicações para a educação infantil. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPEd, 22., 1999, Caxambu, MG. Anais de Reuniões Científicas Nacionais da ANPEd, 1999.

SOUZA, Eros de; BALDWIN, John R.; ROSA, Francisco Heitor da. A Construção Social dos Papéis Sexuais Femininos. Psicologia: Reflexão e Crítica, Porto Alegre, v. 13, n. 3, p. 485-496, 2000. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-79722000000300016&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 10 jul. 2019.

VIANNA, Claudia; FINCO, Daniela. Meninas e meninos na Educação Infantil: uma questão de gênero e poder. Cadernos Pagu, Campinas, n. 33, p. 265-283, dec. 2009. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-83332009000200010&script=sci_arttext>. Acesso em: 28 jul. 2020.

VIANNA, Cláudia Pereira; UNBEHAUM, Sandra. O gênero nas políticas públicas de educação no Brasil: 1988-2002. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 34, n. 121, p. 77-104, abr. 2004. Disponível em: <https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-15742004000100005&script=sci_abstract&tlng=pt>. Acesso em: 18 jul. 2019.

VYGOTSKY, Lev Semyonovich. Lev S. Vigotski: Manuscrito de 1929. Educação & Sociedade, ano XXI, n. 71, p. 21-44, jul. 2000. (A. Marenitch & L. C. de Freitas, Trad.). (Obra original publicada em 1986).

XAVIER FILHA, Constantina. Sexualidade e identidade de gênero na infância. Revista Diversidade e Educação, v. 3, n. 6, p. 14-21, jul./dez. 2015. Disponível em: <https://periodicos.furg.br/divedu/article/view/6375>. Acesso em: 21 jul. 2020.

Downloads

Publicado

2021-01-15

Como Citar

Bonilha, L. B., & Lima, L. P. de. (2021). GÊNERO E EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA PESQUISA DOCUMENTAL DE POLÍTICAS PÚBLICAS FEDERAIS. Diversidade E Educação, 8(2), 177–201. https://doi.org/10.14295/de.v8i2.12056

Edição

Seção

Dossiê: Diversidade, gênero e sexualidade nas políticas públicas